Vacinação infantil continua sendo aplicada no período diurno e noturno em Campos - Tribuna NF

Vacinação infantil continua sendo aplicada no período diurno e noturno em Campos

Ainda não levou seu filho para receber a vacina contra a Covid-19? A Secretaria Municipal de Saúde continua aplicando o imunizante no período diurno e noturno. Para ter acesso à vacinação, nesta quarta-feira (27), pais ou responsáveis legais já podem preencher uma das vagas por agendamento online (AQUI) ou o atendimento através de senha, que é distribuída no dia da vacinação.

À noite, crianças de 5 a 11 anos recebem a primeira dose da vacina na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Guarus. No mesmo local, também é feita a aplicação da segunda dose da Pfizer para aqueles que receberam a 1ª dose há oito semanas, ou seja, 2 meses. A imunização acontece exclusivamente por senha, das 18h às 22h, porém após as 20h, não havendo frasco aberto, a aplicação será realizada a cada grupo de 5 pessoas.

Por agendamento, as crianças de 5 anos, sem comorbidades, podem receber a primeira dose da vacina no Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE) e na Cidade da Criança, das 8h30 às 13h. Já as crianças de 5 a 11 anos pode ir ao Centro de Convenções para crianças de 5 a 11 anos, das 9h às 16h.

Por senha, crianças de 5 a 11 anos receberão a primeira dose na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do Parque Rodoviário e UBSF Lagamar, em Farol de São Tomé. Para os menores de 6 a 11 anos o atendimento acontece no mesmo horário na UBS da Penha; UBSF Custodópolis; UBSF Lagoa de Cima; UBSF Ponta da Lama; UBSF Morro do Coco; e UPH Travessão. Já no Centro de Convenções é das 9h às 16h.

A segunda dose da CoronaVac é destinada às crianças de 6 a 11 anos e que tenham recebido a primeira dose há 28 dias. Por agendamento, será no Centro de Convenções, das 9h às 16h. Já por senha, a vacina será feita na sede da Secretaria de Saúde; UBSF Custodópolis; UBSF Santo Amaro; UBSF Lagoa de Cima; UBSF Ponta da Lama; UBS da Penha; e UHP Travessão, sempre das 8h às 13h.

Também por agendamento, a segunda dose da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos pode ser feita no Centro de Convenções. Na Cidade da Criança e Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE) será das 8h30 às 13h. Por senha, a aplicação da Pfizer ocorre no Centro de Convenções; na UBFS de Lagamar; UBSF Rodoviário; e na Unidade Pré-Hospitalar (UHP) Travessão. O atendimento será feito no mesmo horário acima.

“A criança que completou seis anos, mas recebeu a primeira dose de Pfizer, a segunda deve ser com o mesmo imunizante. O mesmo acontece com quem completou 12 anos e recebeu a Pfizer pediátrica, precisa concluir o esquema primário com o imunizante”, esclarece o assessor técnico de Imunizações, Leonardo Cordeiro.

Para receber a vacina é necessário apresentar documento com foto, CPF, caderneta de vacinação ou cartão da vacina Covid-19 e comprovante de residência.

As crianças com comorbidade de 5 a 11 anos continuam sendo vacinadas no Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE), das 8h30 às 13h. Já na Cidade da Criança são imunizadas as crianças de 5 anos com deficiência. As crianças de 6 a 11 anos com deficiência podem receber a vacina na UBSF Santo Amaro; UBSF Custodópolis; UBSF Lagoa de Cima; UBSF Ponta da Lama; UBSF Morro do Coco; e na UPH de Travessão.

Todos terão prioridade na fila desde que apresente documentação comprobatória da deficiência ou comorbidade que pode ser laudo médico; receita; cartões de gratuidade no transporte público, incluindo a Carteira Municipal de Identificação do Autista (CMIA); documentos de atendimento em centro de reabilitação ou unidades especializadas; documento oficial que identifique a deficiência; carteirinha de algum programa, como, por exemplo, Programa de Assistência ao Paciente com Asma e Rinite (Proapar) ou Unidades de Assistência de Alta Complexidade (UNACON), entre outras.

Subcom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *