Turmas dos cursos do CapacitaAgro Campos visitam fábrica de tapioca em São Francisco

Neste sábado (11), o secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Almy Júnior, ministrou, no vizinho município de São Francisco de Itabapoana (SFI), o início das atividades externas da nova turma do curso técnico em Agronegócio e para alunos de Zootecnia, que fazem parte do programa CapacitaAgro Campos, implantado pela prefeitura em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Rio) e o Sindicato Rural de Campos.

Cerca de 40 alunos das turmas dos cursos, oferecidos nas instalações do Sindicato Rural e no Colégio Agrícola Antônio Sarlo, com duração de dois anos e meio, foram levados até a fábrica Dona Chica Alimentos, na localidade de Pingo D Água, em SFI. Eles acompanharam de perto desde a produção da indústria, fundada há quatro anos e que comercializa tapioca, biju, polvilho, goma para tapioca, mix de pão de queijo e fécula de mandioca, até o gerenciamento da mesma, que compra mandioca de produtores rurais de Campos para conseguir atender a demanda da empresa.

“O objetivo deste dia de campo é sair da teoria para a prática, onde tudo acontece, enaltecendo a importância do planejamento no agronegócio, fundamental para o sucesso de qualquer ramo de trabalho. Na fábrica Dona Chica, o aluno entende todo o processo, desde a aquisição da matéria prima – mandioca -, também comprada de produtores rurais de Campos para a fabricação de seus produtos, bem como, o caminho que percorrem até o consumidor final”, explanou Almy – agrônomo, doutor em Produção Vegetal e professor da Uenf -, convidado pelo Senar para ministrar a aula inaugural da segunda turma do curso. A primeira turma de Técnico em Agronegócio foi aberta no mês de abril deste ano.

O Senar Rio junto à Prefeitura de Campos, por intermédio da secretaria de Agricultura e o Sindicato Rural, têm avaliado demandas para a abertura de novas especializações em diferentes atividades rurais.

A Coordenadora Regional e Pedagógica, Raquel Lima, falou do momento do curso: “As turmas do Curso Técnico iniciam uma nova etapa da sua formação com as aulas externas aonde é possível vivenciar a realidade da produção agropecuária, aliando o conteúdo teórico estudado a realidade da prática”.

Segundo Almy, os projetos para o agronegócio em Campos são ainda mais desafiadores e buscam convênios ainda maiores em benefício da agricultura e pecuária local. “Nossa meta é concretizar convênio com a Confederação Nacional de Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (Conafer) para nos credenciar à oferta de capacitação voltada para produtores de leite e seus derivados, por meio do programa Campos Leite”, conclui o secretário.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.