Tomógrafo do Hospital Manoel Carola completa um ano neste mês chegando à marca de 2 mil exames realizados

No próximo dia 17, completa um ano de funcionamento do tomógrafo instalado no Hospital Municipal Manoel Carola (HMMC), em Ponto de Cacimbas, São Francisco de Itabapoana (SFI). Considerado um marco histórico na saúde pública do município, o moderno aparelho utilizado na realização de exames de tomografia computadorizada chegou à marca de dois mil exames, consolidando-se como um significativo avanço no trabalho assistencial prestado aos moradores para auxílio no diagnóstico e tratamento de doenças.

“Antes de a prefeitura adquirir o equipamento, os pacientes que necessitavam fazer o exame de tomografia, obrigatoriamente, tinham de ser encaminhados para as cidades de Campos dos Goytacazes e Bom Jesus do Itabapoana, uma distância de aproximadamente 50 e 115 quilômetros, respectivamente, do Centro de SFI. Mas o sonho se tornou realidade, em 17 de julho do ano passado, quando inauguramos o Centro de Diagnóstico por Imagem do HMMC, que além do tomógrafo, é composto ainda de raio-x digital, Sala de Digitalização de Imagens, Laboratório de Análises Clínicas, aparelhos de eletrocardiograma, ecocardiograma e ultrassonografia”, destacou a prefeita Francimara Barbosa Lemos.

A aquisição do tomógrafo era um projeto previsto para a área da Saúde no Plano de Governo da então candidata Francimara, em 2016, a ser cumprido dentro dos quatro anos de mandato. No entanto, em decorrência da crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a compra do equipamento foi realizada em caráter de urgência. Atualmente, o aparelho de tomografia está vinculado, prioritariamente, para o trabalho de diagnóstico e tratamento aos casos desta doença. Os exames são realizados todos os dias da semana, com prioridade para as demandas de pacientes internados no HMMC e atendidos no Centro de Triagem Covid-19.

“A primeira tomografia no HMMC ocorreu em 30 de julho do ano passado e até o último dia 30, totalizamos 1.928 exames realizados. O tomógrafo teve um custo de R$ 988 mil, incluindo a contratação de garantia estendida por 36 meses. Em média, cada exame de tomografia computadorizada custa R$ 800,00 e neste período, o valor gasto com os quase dois mil exames alcançaria R$ 1.542.400,00”, revelou o secretário de Saúde, Sebastião Campista.

Atendimentos eletivos – Na próxima semana, a Secretaria de Saúde vai reabrir a agenda ambulatorial para exames de tomografia eletivos (que podem ser programados, não considerados de urgência e emergência). A agenda desse tipo de exame está temporariamente suspensa devido ao aumento na demanda por exames de pacientes com diagnóstico de Covid-19.

As tomografias são realizadas exclusivamente com prescrição médica, quando o profissional entende pela necessidade do procedimento para auxílio no diagnóstico e tratamento. Para realizar o exame, o paciente deverá comparecer ao Departamento de Regulação, ao lado do HMMC, portanto o pedido médico em formulário próprio (Autorização de Procedimento de Alta Complexidade – Apac), Cartão Nacional de Saúde e documentos de identificação pessoal.

AsCom SFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *