25/06/2024
Economia

Servidores federais enviam contraproposta de reajuste salarial de 13,5% a partir de março

Servidores federais enviaram ao governo, nesta sexta-feira (dia 24), uma contraproposta de reajuste salarial de 13,5%, a valer a partir de março deste ano. O percentual pleiteado é quase o dobro do apresentado formalmente na semana passada pelo Ministério da Gestão e da Inovação no Serviço Público, de 8% a partir de março.

A proposta será apresentada pelo Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) na próxima reunião da Mesa de Negociação Permanente, marcada para a próxima terça-feira (dia 28).

Para a correção salarial dos servidores, o governo federal tem à disposição R$ 11,2 bilhões — margem garantida pelo relator do Orçamento de 2023, o senador Marcelo Castro — que, segundo o governo, seria o necessário para garantir a recomposição de 8% e o aumento em R$ 200 do vale-alimentação dos servidores da ativa.

Para integrantes da diretoria do fórum, no entanto, se houver interesse do governo, há possibilidade de acomodar o percentual a partir de remanejamentos no orçamento e uso de reserva de contingência disponível para órgãos federais.

Outra alternativa que será levada pelos servidores é a possibilidade de retirar do espaço disponível no Orçamento para reajuste a correção em 43,6% do auxílio-alimentação, que passaria de R$ 458 pra R$ 658. Cálculos feitos pelo Fonacate mostram que, só com essa medida, já seria possível acomodar mais 1 p.p. de reajuste a servidores, que subiria para 9%.

Equiparação de auxílio-alimentação até 2026

Além da contraproposta salarial, os servidores também querem que o governo inclua, no acordo, o compromisso de equiparar até 2026 o valor do benefício concedido aos Executivo federal com o recebido pelos demais poderes. Hoje, quem trabalha na administração pública direta federal tem auxílio-alimentação de R$ 458 ao mês, enquanto funcionários do Legislativo e do Judiciário ganham R$ 1.182,74.

Extra*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *