Saúde de SFI em 2º lugar no Norte Fluminense no ranking do Previne Brasil do Ministério da Saúde - Tribuna NF

Saúde de SFI em 2º lugar no Norte Fluminense no ranking do Previne Brasil do Ministério da Saúde

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

São Francisco de Itabapoana (SFI) voltou a se destacar no 2° quadrimestre de 2023 do Programa Previne Brasil (PPB), divulgado recentemente pelo Ministério da Saúde (MS). Os novos indicadores da Atenção Primária à Saúde revelam que o município está entre os 15 melhores no Estado do Rio de Janeiro, ocupando o segundo lugar no ranking na Região Norte Fluminense.

“O Previne Brasil avalia a qualidade da atenção básica prestada nos municípios. No Estado foram avaliados todos os 92 municípios e mais uma vez SFI está numa posição de destaque entre as 15 melhores cidades fluminenses e na segunda colocação aqui no Norte Fluminense”, ressaltou a subsecretária municipal de Saúde, Thayna Rissa.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos parabenizou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) pelo resultado: “Isso é uma demonstração inequívoca de que estamos no caminho certo e aplicando com responsabilidade o dinheiro público para melhorar ainda mais a qualidade dos serviços de saúde ofertados pelo município à nossa população”.

Michelle Almeida, médica estrategista da SMS, reforça a importância da Atenção Básica na Saúde Pública e como ela funciona no município são franciscano.

“A Atenção Primária é o primeiro nível da atenção em saúde e corresponde às Estratégias de Saúde da Família (ESF), sendo que em SFI existem 15 polos. Nestas unidades desenvolvemos principalmente a prevenção e também a promoção à saúde com a realização de consultas de clínica médica, pediatria, pré-natal de baixo risco e consultas odontológicas. Nós temos também as visitas domiciliares aos pacientes que têm restrição de locomoção”, revelou a médica estrategista, acrescentando:

“Nas unidades de ESF ainda temos os exames, vacinação e o serviço dos agentes comunitários, que estão sempre visitando as casas dos pacientes para verificarem qual é a necessidade específica de cada cidadão. Para ter acesso ao serviço de Atenção Básica basta o morador do município procurar a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência”, orientou Michelle.

Ascom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *