Quadrilha desviava cartões de crédito remetidos pelos Correios no Rio

Brasília – A Polícia Federal (PF) prendeu, na manhã de hoje (29), pelo menos 20 pessoas, durante a Operação Monte Carlo, que desmontou uma quadrilha que explorava máquinas caça-níqueis e pagava propina para agentes públicos de segurança. Entre os presos está o chefe do grupo, Carlinhos Cachoeira, empresário de Goiânia. os Agentes chegam à sede da PF com material apreendido e pessoas detidas na Operação Monte Carlo

Policiais federais prenderam ontem (14) dois suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em desviar cartões de crédito que eram remetidos por bancos através dos correios. Um deles é funcionário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e outro é um militar da Marinha brasileira.

De acordo com a Polícia Federal, o funcionários dos Correios trabalhava no setor de cartas registradas. Ele aproveitava seus conhecimentos sobre o conteúdo das correspondências e desviava aquelas que tinham cartões. Outros integrantes do grupo criminoso usavam os cartões para fazer compras e realizar fraudes pela internet.

Na ação, a Polícia Federal encontrou cerca de 300 cartões que seriam desviados para o outro suspeito, o militar da Marinha, em um shopping da zona norte da cidade. A investigação estima que tenham sido desviados milhares de cartões nos últimos meses e busca outros integrantes da quadrilha.

EBC*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *