Quadrilha de golpistas do RJ racha após desvio de R$ 100 mil, e chefe reage sequestrando parentes do traidor, diz polícia - Tribuna NF

Quadrilha de golpistas do RJ racha após desvio de R$ 100 mil, e chefe reage sequestrando parentes do traidor, diz polícia

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

A Polícia Civil do RJ prendeu nesta sexta-feira (13) três homens por fraudes bancárias que retiravam dinheiro das contas das vítimas e ostentavam luxo nas redes sociais — pelo menos R$ 12 milhões foram roubados. Mas a quadrilha rachou depois de um desvio, e os então comparsas cometeram extorsões e até sequestros por vingança aos traidores.

Os presos são André de Souza da Silva, o BB Sheik, de 28 anos; Thiago Emiliano Marcos Peçanha, o Balloteli, 28; e Francisco Iago Oliveira, 26.

Segundo as investigações da 16ª DP (Barra da Tijuca), BB Sheik, Balloteli e Iago utilizaram a conta de uma empresa de fachada para um depósito de R$ 100 mil. Mas os destinatários, que faziam parte do esquema, resolveram ficar com a quantia.

Em retaliação, os criminosos foram armados à casa do laranja e, após o renderem, levaram também sua mãe, seu padrasto e um primo para Rio das Pedras. No local, passaram a exigir de um outro “aliado” a devolução do montante sob ameaça de morte dos reféns.

“A família só foi libertada quando os R$ 110 mil foram devolvidos, uma vez que os bandidos cobraram mais 10% de juros sobre o valor”, disse a polícia.

Luxo e ostentação

Diante da vasta movimentação financeira oriunda dos golpes, o grupo costumava ostentar. Carros de luxo, festas personalizadas e altas quantias faziam parte da rotina do bando.

BB Sheik também gostava de andar em carros de luxo. Imagens apreendidas pela polícia recentemente demonstram ele andava em um Porsche Macan, avaliado em mais de R$ 400 mil.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *