Programa Segurança Presente é ampliado no Rio

A Operação Segurança Presente foi instalada, na sexta-feira (4/10), em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, décimo quarto local a receber o programa. Com uma base na Praça Nelson Mandela, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o Botafogo Presente conta com 58 agentes fixos, entre policiais militares e agentes civis egressos das Forças Armadas, além de assistentes sociais. O governador Wilson Witzel compareceu ao lançamento do programa, que também vai oferecer 27 vagas por dia para PMs que queiram trabalhar nas folgas.

– Estamos dando segurança ao nosso povo. Andando aqui por Botafogo, vejo as pessoas nos bares e restaurantes. Vamos trabalhar para estender o Segurança Presente para 1h da manhã – afirmou o governador, destacando a importância de intensificar o patrulhamento em um bairro conhecido pelas opções de lazer noturnas.

Segundo o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues, a inauguração desta sexta-feira fecha um importante cinturão de segurança na cidade do Rio de Janeiro.

– Fechamos agora o primeiro cinturão de segurança que vai da Lapa até o Leblon e Gávea, passando por Ipanema, Copacabana, Botafogo, Laranjeiras e Aterro do Flamengo. Esses agentes estão cumprindo a tarefa de defender a população – disse.

A Operação Segurança Presente é um programa de patrulhamento complementar ao policiamento feito pelos batalhões. Atualmente, está presente em 12 bairros e dois municípios: Botafogo, Lapa, Centro, Aterro do Flamengo, Lagoa, Ipanema, Leblon, Tijuca, Méier, Laranjeiras, Bangu, Copacabana, Nova Iguaçu e Niterói, estes dois últimos por convênio com as respectivas prefeituras. A equipe é integrada por policiais militares, agentes civis (egressos das Forças Armadas) e assistentes sociais.

Fonte: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: