Primeiro dia de ‘superferiado’ tem engarrafamento em barreira sanitária na entrada da Região dos Lagos

Esta sexta-feira (26) é o primeiro dia do “superferiado” de 10 dias implantado pelo Estado do Rio de Janeiro com medidas para conter o avanço da Covid-19. Na manhã desta sexta, os motoristas enfrentaram um engarrafamento na chegada de São Pedro da Aldeia, logo após a saída da RJ-124, principal acesso da capital fluminense à Região dos Lagos.

O engarrafamento foi gerado por conta de um barreira sanitária montada na RJ-106, a Rodovia Amaral Peixoto. Os municípios da região se uniram para trabalhar nos bloqueios.

Foram montadas quatro grandes barreiras sanitárias nos acessos em São Pedro da Aldeia; no distrito de Figueira, em Arraial do Cabo; no trevo de Búzios; e na ponte de Barra de São João, em Casimiro de Abreu.

De acordo com concessionária CCR ViaLagos, que administra a RJ-124, o movimento na rodovia é tranquilo. A concessionária reforçou ainda que, ao longo da rodovia, implantou avisos nos painéis luminosos informando sobre as praias e lagoas fechadas, além de alertas sobre barreiras sanitárias.

O trecho onde o engarrafamento se formou é um encontro entre as RJs 106 e 124.

Em Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios, só poderão entrar quem tiver comprovante de residência ou vínculo de trabalho. Em Búzios, os hóspedes que já tiverem reservas deverão apresentar um comprovante da reserva para passar pela barreira.

Em todas as cidades, o acesso às praias está proibido.

Em cada barreira montada, há agentes das duas cidades que fazem limite naquela localidade, além do apoio de policiais do BPRv.

As medidas serão válidas até o fim do período de feriado antecipado, que vai até o domingo de Páscoa, 4 de abril.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *