16/06/2024
Política

Presidente da Alerj emite nota oficial em solidariedade à deputada Marina do MST

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Rodrigo Bacellar, se solidarizou com a deputada Marina do MST (PT), que foi alvo de ataques no sábado, em Lumiar, quando fazia uma agenda da mandata no distrito de Friburgo.

Bacellar afirmou que vai acompanhar o caso e cobrar a punição aos responsáveis “por colocar em risco a integridade física da parlamentar e seus aliados”. A deputada fez hoje o registro de ocorrência na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi).

Marina do MST já havia recebido ameaças pelas redes sociais, quando anunciou que iria a Friburgo para ouvir seus eleitores. A suspeita se confirmou, mesmo após a deputada acionar a Polícia Militar e Civil da cidade, e também comunicar ao Ministério Público as ameaças sofridas.

Nota oficial

“A presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro tomou conhecimento do repugnante episódio de intolerância democrática que prejudicou a visita da excelentíssima deputada Marina do MST ao município de Nova Friburgo.

A discordância ideológica é inerente ao regime democrático, e as críticas aos mandatários deste Estado contribuem para o fortalecimento do Estado de Direito Democrático. Contudo, não podemos transigir com violência, seja física ou psicológica, mesmo que sob forma de coação, que visassem a impedir os trabalhos da eminente parlamentar.

A presidência do Parlamento fluminense prestará atenção à investigação dos fatos, esperando dos órgãos públicos constitucionalmente competentes sua pronta elucidação, além de solicitar, junto à Mesa Diretora, a criação de um Grupo de Trabalho perante a Procuradoria Legislativa para que seja viabilizada a defesa no âmbito jurisdicional das prerrogativas dos parlamentares”.

Presidente da Alerj, Deputado Rodrigo Bacellar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *