Prefeitura de SFI anuncia medidas de enfrentamento ao coronavírus

Em virtude da definição de pandemia do novo coronavírus (Covid-19) pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e orientações dos órgãos estadual e federal referentes ao tema, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) estabeleceu medidas de enfrentamento ao vírus. As ações foram oficializadas através dos decreto 196, 197 e 198, publicados no Diário Oficial dessa terça-feira (17).

Estão suspensos prazos administrativos e atendimento ao público nas repartições municipais até o próximo dia 31, visto que há a “necessidade da redução de circulação e aglomeração de pessoas, sem prejuízo da preservação dos serviços públicos”. Os funcionários com mais de 60 (sessenta) anos e gestantes deverão, obrigatoriamente, exercer suas funções em regime de home office. Já o regime especial de trabalho dos demais servidores, ficará a critério do secretário ao qual está vinculado. Equipamentos externos, tais como Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Conselho Tutelar não realizarão visitas domiciliares e todas as informações pertinentes à visita serão obtidas através de contato telefônico.

Também estão vetados eventos particulares, públicos, culturais e esportivos. Quanto aos serviços de arrecadação, eles poderão ser retirados no site e, em caso de dúvidas, ficará disponibilizado um plantonista na repartição do setor.

“Criei um Gabinete de Crise, composto por diversos órgãos, para já estarmos preparados, caso seja preciso. Peço a todos os moradores que tenham cautela e introduzam hábitos de prevenção na rotina. A municipalidade está se preparando”, pontuou a prefeita. Ela lembra que as aulas na rede municipal foram suspensas por 15 dias a partir de segunda-feira (16). As atividades do Centro de Convivência da Terceira Idade Nágme Jorge Abílio também estão paralisadas.

No decreto, a chefe do Executivo municipal considera que “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem a redução do risco de doença e de outros agravos e o acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”. O documento ressalta ainda as recomendações da OMS e o “Decreto nº 46.970, de 13 de março de 2020, do Estado do Rio de Janeiro, que dispõe sobre medidas temporárias de prevenção ao contágio e de enfrentamento da propagação”, como também do “regime de trabalho de servidor público”.

A Secretaria Municipal de Saúde está seguindo os protocolos do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Pacientes com febre e sintomas de gripe, que tiveram contato com algum caso suspeito ou confirmado de Covid-19, tenham viajado recentemente para o exterior ou entraram em contato com alguém que tenha realizado viagem internacional nos últimos 14 dias deve direcionar-se ao Hospital Municipal Manoel Carola, em Ponto de Cacimbas, onde dois leitos serão colocados em isolamento para serem utilizados em alguma eventualidade. Em caso de confirmação, o paciente será inserido no sistema de regulação do Governo do Estado e transferido para o hospital de referência para tratamento da doença.

De acordo com o último balanço da SES, o Rio de Janeiro registrava 33 casos confirmados da doença, sendo um em estado gravíssimo. O órgão ressalta que o Estado encontra-se no nível dois do seu plano de contingência, quando há transmissão comunitária e não é possível identificar a trajetória da infecção.

A SES recomenda as seguintes ações de prevenção: proteger nariz e boca ao espirrar ou tossir; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres e copos; lavar frequentemente as mãos, especialmente após espirrar ou tossir; e utilizar álcool em gel nas mãos.

Ascom SFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *