Prefeito Wladimir Garotinho solicita a ministro retomada de voos entre Campos e Rio de Janeiro - Tribuna NF

Prefeito Wladimir Garotinho solicita a ministro retomada de voos entre Campos e Rio de Janeiro

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

O prefeito Wladimir Garotinho, a convite do ministro dos Portos e Aeroportos, Silva Costa Filho, participou, nesta quinta-feira (8), da cerimônia de assinatura da outorga do Aeroporto Ernani do Amaral Peixoto, em Itaperuna, para a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Na ocasião, Wladimir solicitou o apoio quanto à retomada dos voos comerciais entre Campos e Rio de Janeiro, suspensos desde outubro de 2023.

A cerimônia também contou com a participação da secretária de Turismo de Campos, Patrícia Cordeiro, e do subsecretário da pasta, Edvar Júnior. Na oportunidade, eles entregaram ofício ao ministro Silva Costa Filho e ao ministro do Turismo, Celso Sabino de Oliveira, no qual o município solicita uma reunião para debater a ampliação do Aeroporto Bartolomeu Lisandro e a retomada dos voos para o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

“Estive hoje com o ministro de Portos e Aeroportos, Silva Costa Filho, falando sobre o aeroporto de Campos e das viagens suspensas entre Campos e Rio de Janeiro e do Rio de Janeiro para Campos. Pedimos mais uma vez o apoio do ministro para a retomada destes voos que são tão importantes para a economia de Campos e região”, comentou Wladimir.

Em resposta ao prefeito, o ministro Silva Costa Filho garantiu que, após o carnaval, irá se reunir com a presidência da Azul Linhas Aéreas para que os voos entre Campos e Rio de Janeiro sejam retomados o quanto antes. “Parabenizo o prefeito Wladimir pela sua capacidade de trabalho e articulação. Depois do carnaval vamos falar com o presidente da Azul para que possamos retornar estes voos, tendo em vista o desenvolvimento regional”, comentou.

Segundo Patrícia, a valorização do modal aéreo e as medidas sugeridas são de vital importância para o desenvolvimento do turismo em Campos e nas regiões Norte e Noroeste Fluminense. Em sua avaliação, a suspensão dos voos para a capital do estado acarreta graves prejuízos econômicos e sociais, além de fragilizar a manutenção de milhares de empregos e a geração de novos negócios e postos de trabalho.

“O transporte aéreo é fundamental para viabilizar e fomentar a atividade turística em Campos e região, com forte impacto no crescimento do trade e abertura de novos postos de trabalho. A interligação com a capital do estado viabilizará a conexão de Campos para todo o Brasil”, observa Patrícia.

“A reivindicação vai ao encontro dos anseios do setor produtivo de Campos”, acrescentou o subsecretário de Turismo de Campos, Edvar Júnior.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *