22/05/2024
Campos

Prefeito Wladimir faz entrega de tablets a agentes de combate a endemias do CCZ

Os técnicos de combate a endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) entraram em um novo tempo. O prefeito Wladimir Garotinho entregou, nesta segunda-feira (25), os primeiros tablets para o trabalho dos agentes de campo que agora passa a ser digitalizado.

Em uma ação pioneira no estado do Rio, os agentes deixarão de usar boletins e passarão a utilizar tablets, com programa criado especialmente para o trabalho do agente de campo. Campos se torna, então, o primeiro município do estado do Rio a utilizar tablets para o trabalho de combate a endemias e, por conseguinte, acelerando o processo de automatização e digitalização do serviço de campo.

O prefeito Wladimir Garotinho participou da cerimônia de entrega dos tablets ao lado do secretário de Saúde, Paulo Hirano, e do diretor do CCZ, Carlos Morales. Os tablets serão utilizados por 300 agentes de campo que, além da economia de papel, também vai tornar o serviço de campo e o envio de informações mais célere e mais fidedigno.

“Esses equipamentos não representam custo, mas sim investimento, e é investimento no serviço público. Eu fico feliz com esse passo emblemático que estamos dando agora, sendo a primeira cidade a digitalizar o trabalho dos agentes de campo. É um salto de qualidade, principalmente na informação para que as políticas públicas aconteçam”, declarou Wladimir.

O programa foi criado em parceria com a Secretaria de Fazenda, por meio do Departamento de Tecnologia. É um programa de manuseio simples, que absorve uma grande quantidade de dados que podem ser enviados imediatamente para os supervisores e, de lá, serão guardados em um banco de dados no CCZ.

Diretor do CCZ, Morales enalteceu o trabalho dos agentes e de como as ações ganharão em agilidade e qualidade.

“Nossos agentes, que agora são técnicos, trabalham de sol a sol e sem descanso. Não me canso de agradecer pelo trabalho deles. Esse tablet será uma ferramenta facilitadora para eles também, além disso vamos deixar de gastar cerca de quatro resmas de papel por dia, são 700 boletins por dia. Tudo isso vai ser revertido em benefícios para a população”, explicou.

A agente de combate a endemias, Camilla Alves, que está todos os dias em campo, comemorou a novidade.

“Nosso trabalho vai ganhar mais agilidade, temos o nosso boletim, tem o boletim do supervisor e ainda tem um outro e tudo isso vai acabar e vai nos dar mais rapidez com as informações. Não correremos mais o risco de perder ou molhar. É a segurança do nosso trabalho”, comemorou.

O secretário de Saúde, Paulo Hirano, agradeceu o trabalho dos agentes e também afirmou que a tecnologia veio para ficar.

“Vocês estão na ponta, estão nas frentes de trabalho, precisam ter todos os recursos e instrumentos para realizar esse bom trabalho. E esse é mais um grande passo que o nosso governo da, não há como fugir da tecnologia e vamos usá-la da melhor forma possível”, destacou.

Os supervisores que receberam os tablets das mãos do prefeito começarão o trabalho de multiplicação e capacitação com os guardas de endemias ainda esta semana. Os tablets entrarão em ação em todas as áreas mapeadas e trabalhadas pelo CCZ em Campos.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *