Prefeito Wladimir conhece empreendimento de bilhões a ser implantado em Campos - Tribuna NF

Prefeito Wladimir conhece empreendimento de bilhões a ser implantado em Campos

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

Um empreendimento de bilhões de reais, com geração de milhares de empregos, a ser implementado em Campos, foi apresentado nesta sexta-feira (30) ao prefeito Wladimir Garotinho, em reunião online, por representantes da Alupar, empresa privada que atua em todo o Brasil na transmissão e distribuição de energia elétrica. O projeto da Usina Termoelétrica Barra do Furado está em fase de licenciamento pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e será discutido em audiência pública no dia 20 de outubro.

A Usina Termoelétrica Barra do Furado terá 1,2 GW de potência e vai gerar energia a partir da água do mar. Representante da Lupar, o engenheiro ambiental Eduardo Bordignon mostrou a localização da termoelétrica no mapa e explicou que a estrutura da usina, a linha de transmissão de 35 Km e o gasoduto de 44 km ficarão no território de Campos, enquanto a adutora para a captação de água e o emissário para descarte de efluentes tratados, em Quissamã.

Bordignon destacou que o empreendimento é grandioso, com investimentos na casa de R$ 5 bilhões e a previsão inicial de geração de 2.500 empregos diretos na termoelétrica e mais de 400 nas obras de construção. A Alupar ainda assume o compromisso de privilegiar a mão de obra local, oferecendo, inclusive, capacitação profissional para preparar trabalhadores locais de Campos e Quissamã. A previsão é que as obras comecem em abril de 2024 e que a usina entre em operação em 2028.

O prefeito Wladimir Garptinho pediu informações de possíveis impactos da termoelétrica sobre atividades de outros empreendimentos, como o Terminal Pesqueiro que o município vai construir em Farol de São Thomé. A oceanógrafa ambiental da Coordenadoria de Projetos da Alupar, Marília Rocha, explicou que todo o traçado da termoelétrica e suas estruturas foram delimitados para minimizar impactos ambientais, de forma a não interferir no desenvolvimento de atividades pesqueiras e agrícolas, entre outras.

Coordenador da Área de Negócios da Alupar, Pedro Bracht destacou que o licenciamento em nível federal é a primeira exigência para a implementação do empreendimento. Com a licença ambiental, a Lupar pretende, a partir do ano que vem, participar de leilões de energia, como o da Eletrobrás e, depois, se associar a um fornecedor de gás, como a GNV ou a Pretobras, para iniciar as obras.

“Colocamos Prefeitura de Campos à disposição da Alupar, para que possamos contar com esse empreendimento, tão importante para a nossa economia e o desenvolvimento Campos e região”, declarou Wladimir.

No dia 20 de outubro, às 18h, a audiência pública para a apresentação dos estudos da Usina Termoelétrica Barra do Furado acontecerá, de forma presencial, na Prefeitura de Quissamã. Em Campos, o ponto de acesso virtual para participação na audiência, será na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL). A audiência também será transmitida, em tempo real, pelo YouTube.

Também participaram da reunião desta sexta, os secretários de Desenvolvimento Humano e Social, Rodrigo Carvalho; de Saúde, Paulo Hirano; de Comunicação Social, Sérgio Cunha, além o Procurador Geral do Minicipio, Roberto Landes, e o subsecretário de Meio Ambiente, René Justen. Da Consultoria Ambiental da Alupar, participaram Tamires Labriola Santos, Gabriela Ferreira e Karla Carvalho.

Fonte: Secom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *