Polícia prende suspeitos de matar professor e incendiar casa com o corpo em Campos

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (29) três suspeitos de envolvimento na morte do professor de educação física Ricardo Almeida Ferreira, de 50 anos, no distrito de Dores de Macabu, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

O corpo foi encontrado no sofá da sala da casa onde ele morava, que foi incendiada no dia 14 de setembro.

Segundo a Polícia Civil, a principal suspeita é de latrocínio (roubo seguido de morte). Eles tiveram os mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça.

De acordo com as investigações, a vítima pagava os suspeitos para manter relações sexuais. No dia do crime, eles roubaram dinheiro do professor depois de matá-lo e colocaram fogo na casa.

Os três homens foram encontrados em uma casa em Dores de Macabu. O quarto suspeito continua foragido. O caso é investigado na 134ª Delegacia Legal do Centro de Campos.

Relembre o caso

Ricardo Almeida Ferreira foi encontrado morto no sofá da sala da casa onde ele morava, na Rua Capitão Bernardo, no distrito de Dores de Macabu, no dia 14 de setembro de 2018.

O imóvel foi incendiado e o fogo consumiu o cômodo onde estava, segundo o Corpo de Bombeiros.

A vítima era professor de educação física na Escola Municipal Professor Paulo Freire e em outras duas unidades da rede pública, segundo a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Smece) de Campos.

G1

De sua opinião