Polícia prende suspeito de atirar contra sargento da PM, em Campos

Após dois suspeitos de envolvimento no assalto a um sargento da PM, que acabou baleado, serem detidos, equipes da 146ª Delegacia de Polícia de Guarus  prenderam, na noite desta terça-feira (20), o suspeito C. M. C., de 23 anos, de ter efetuado os disparos contra o militar. O crime aconteceu no final da tarde dessa segunda-feira (19), no Parque Rio Branco. O policial teve sua arma roubada.

De acordo com o delegado titular da 146ª DP, Pedro Emílio Braga, o suspeito foi encontrado na casa da irmã, no Parque Guarus, onde estava escondido. O suspeito acionou a Defensoria Pública antes de se entregar.

A arma roubada do militar baleado ainda não foi recuperada e a polícia segue em diligência para encontrá-la.

O 8º Batalhão de Polícia Militar emitiu nota oficial:

“*Caso resolvido!*
Na data de ontem (19/07), todos foram impactados com a notícia do crime contra o Policial Militar da 6 DPJM em Campos, que mesmo sem reagir, foi baleado em um assalto e teve sua arma subtraída pelos criminosos. Os autores estavam em uma motocicleta e o Militar foi socorrido ao hospital e felizmente, não corre risco de morte.

Após o ocorrido, já com informações precisas sobre os autores, o 8° Batalhão iniciou buscas aos elementos envolvidos, montando cercos estratégicos por todos os bairros e comunidades pertencentes a uma facção criminosa.
Seguindo as diretrizes do Comando do 6°CPA, as ações duraram por todo o dia, e juntamente com equipes do reservado do 6°CPA, do 8°Batalhão e da 6°DPJM – onde o Policial é lotado, bem como o apoio de Policiais Militares das Unidades de Itaperuna, Pádua e Macaé, foram detidos no início da tarde o piloto da motocicleta e uma mulher que estaria envolvida por abrigar os acusados.

Há poucos minutos o autor do crime se entregou amparado pela Defensoria Pública, onde o criminoso foi encaminhado ao HFM com ferimento na perna e posteriormente será apresentado na 146DP.

A Polícia Militar segue nas buscas pela arma subtraída.

Excelente noite a todos!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *