Polícia Civil realiza ação para combater o furto de petróleo e combustíveis

Foto: arquivo

Policiais civis da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) realizam nesta quinta-feira, dia 21, operação contra organização criminosa que atua na prática de derivação clandestina nos dutos da Transpetro. O objetivo é cumprir dez mandados de busca e apreensão em endereços comerciais e residenciais nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

De acordo com as investigações, caminhões tratores e tanques que foram abandonados em um local de derivação clandestina em 2020, no município de Silva Jardim, pertenciam a pessoas ligadas ao mercado de combustíveis. Os veículos seriam do proprietário de uma transportadora de produtos perigosos no Espírito Santo e de um homem cuja família possui postos de combustível e outras empresas que atuam no tratamento de resíduos de petróleo em Bom Jesus do Itabapoana.

Após trabalho de inteligência, foi constatado que o empresário de Bom Jesus do Itabapoana já teve sete veículos de sua propriedade apreendidos em locais de derivação clandestina desde o ano de 2017, sem nunca ter pleiteado suas devoluções. O mesmo aconteceu com a transportadora do município de Serra, no Espírito Santo, que não requisitou os automóveis apreendidos nas mesmas circunstâncias.

A DDSD, em conjunto com o setor de segurança da Transpetro, conseguiu, desde 2020, uma redução de 98% dos furtos de petróleo e combustível por meio de derivações clandestinas no território fluminense, o que evitou um prejuízo estimado à empresa de cerca de R$ 50 milhões.

Segundo os agentes, o Estado do Espírito Santo é um dos principais destinos do produto subtraído dos dutos da empresa. As investigações seguem em andamento para identificar outros integrantes da organização criminosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *