Polícia Civil e MPRJ cumprem mandados em caso das ‘rachadinhas’ na Alerj

O ex-deputado estadual e radialista Pedro Augusto (PSD) foi alvo de mandados de busca e apreensão nesta terça-feira (20) em um suposto caso de ‘rachadinha’ na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Pedro Augusto foi candidato a deputado federal em 2018, mas não se elegeu, ficando com a 1ª suplência do PSD. Caso a deputada Flordelis perca o mandato, o radialista assume.

Equipes da Polícia Civil do RJ e do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumpriram os mandados em endereços residenciais em Copacabana, na Zona Sul do Rio; em Nilópolis, na Baixada Fluminense; e em Niterói.

A força-tarefa esteve nas casas de assessores de Pedro Augusto.

A força-tarefa é composta pela Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro e pelo Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc/MPRJ), em conjunto com a Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: