PM suspeito de envolvimento com a milícia é executado em plena luz do dia

Um policial militar foi morto a tiros em Inhoaíba, Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. A polícia investiga se ele tinha envolvimento com a milícia.

Imagens de uma câmera de segurança mostram o 2° sargento Sylvio Pacheco Fontes, de 42 anos, conversando perto de um carro e, quando ele vira de costas, o homem abre a porta e atira no policial.

Mesmo caído no chão, o PM saca a arma e começa a atirar. Ainda dá para ver que outro homem também dispara contra o policial.

Tudo aconteceu pouco depois das 14h30 de sábado (15), na Rua Santa Bertília. Sylvio foi atingido por cinco tiros e morreu no Hospital Rocha Faria.

Os suspeitos de cometer o crime fugiram, mas, menos de quatro horas depois, foram encontrados pela Polícia Civil. Eles também ficaram feridos no tiroteio e foram encontrados no Hospital Pedro II, em Santa Cruz.

Ailton Gomes Pereira e Thiago Bras de Oliveira acabaram presos em flagrante. A polícia investiga se o PM e os assassinos tinham envolvimento com uma milícia de Campo Grande.

Segundo a Polícia Civil, o Sylvio fontes já tinha sido preso em flagrante e condenado por crimes associados à milícia.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *