Planejamento das polícias do RJ prevê transmissão em tempo real de prisões em flagrante

A possibilidade de transmitir em tempo real prisões em flagrante está entre as melhorias previstas no planejamento das polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro para os próximos anos.

O objetivo é que, até 2024, as corporações possam fazer uso de um software para transmitir as ações em vídeos, além de situações de emergência.

A ideia foi apresentada na quinta-feira (8) pelos secretários das pastas, Allan Turnowski (Civil) e coronel Rogério Figueredo (Militar).

Além da transmissão das ocorrências, também foi anunciado o investimento de R$ 5 milhões para que, em 2021, seja reformado e ampliado o hangar da Polícia Civil.

O espaço precisa ser aumentado porque a corporação irá receber dois helicópteros blindados equipados com câmeras de visão noturna e de reconhecimento térmico – ambos comprados pelo Gabinete de Intervenção Federal.

Também foram adquiridos quatro drones, que segundo os secretários serão usados em ações de patrulhamento de vias expressas e durante operações.

Outro investimento é o reforço na integração entre as polícias, por meio da troca de informações entre as delegacias e os batalhões da PM, para agilizar o atendimento de ocorrências.

“Nossa meta é continuar mantendo a redução dos principais índices de criminalidade no estado, como os homicídios dolosos”, afirmou o secretário Rogério Figueredo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *