19/07/2024
Polícia

PF prende quatro pessoas por fraudes contra o INSS no RJ

No último sábado (2/9), a Polícia Federal deflagrou, em conjunto com a Coordenação de Inteligência do Ministério da Previdência Social (COINP), a operação Rábula com o objetivo de combater fraudes contra o Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS.

Na ação, que teve início no sábado e se estendeu até este domingo (3/9), policiais federais cumpriram seis mandados de prisão preventiva e dez mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2º Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, em Queimados, Nova Iguaçu, Teresópolis e Vassouras.

Os investigados criavam pessoas fictícias para recebimento do Benefício de Prestação Continuada – BPC destinados a idosos de baixa renda e, posteriormente, alguns membros da quadrilha sacavam os benefícios mensalmente.

As investigações identificaram que os saques ocorrem há mais de 5 anos, com prejuízo estimado em mais de R$ 16 milhões de reais.

A quadrilha, que atuava principalmente na região da Baixada Fluminense, Vassouras e Teresópolis, contava com a participação, entre outros, de um servidor do INSS, de um advogado e de pessoas que se passavam por advogados.

Os crimes investigados são de associação criminosa, 1 a 3 anos de prisão, estelionato previdenciário, 1 a 5 anos de prisão, e falsificação de documentos, 2 a 5 anos de prisão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *