PF mira fabricação e venda de cédulas falsas de real na Baixada Fluminense - Tribuna NF

PF mira fabricação e venda de cédulas falsas de real na Baixada Fluminense

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

A Polícia Federal (PF) iniciou nesta terça-feira (6) a Operação Carcará, contra a fabricação e a venda de cédulas falsas de real em um laboratório gráfico na Baixada Fluminense.

Agentes saíram para cumprir 3 mandados de prisão preventiva, 1 mandado de prisão domiciliar e 8 mandados de busca e apreensão nos municípios de Duque de Caxias, Nova Iguaçu e São João de Meriti.

“No laboratório, as equipes apreenderam grande quantidade de aparatos para a falsificação de moeda, como papéis, impressoras, tintas, equipamento gráfico variado, material de acabamento e máquinas de cartão de crédito, além de cédulas falsas prontas e outras em fase de confecção”, descreveu a PF.

Segundo as investigações, a quadrilha anunciava as notas falsas nas redes sociais e enviava as encomendas pelo correio.

Desde agosto, mais de 1.000 objetos postais suspeitos de conter moeda falsa foram enviados da região onde os investigados operam, totalizando mais de 200 kg em cédulas ilícitas comercializadas.

Os alvos responderão pelos crimes de organização criminosa, moeda falsa e moeda falsa por equiparação, cujas penas somadas podem chegar a mais de 25 anos de reclusão.

Carcará é uma espécie de ave de rapina e a alcunha utilizada pela organização criminosa para comercialização de moeda falsa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *