Operação mira quadrilha de transporte de combustíveis furtados de dutos no RJ

A Polícia Civil do RJ iniciou nesta terça-feira (2) a Operação Kray, contra uma quadrilha especializada em transporte de combustíveis furtados de dutos da Transpetro no Grande Rio.

Agentes da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados saíram para cumprir 15 mandados de busca e apreensão no Rio, em São Paulo e no Espírito Santo. Policiais civis paulistas e capixabas davam apoio às buscas. Não há mandados de prisão.

Doze pessoas são investigadas. Segundo a polícia, dois núcleos de irmãos são responsáveis por transportar o combustível furtado para os “clientes”.

Segundos as investigações, o líder da organização criminosa é o empresário Wallace dos Santos Luiz, o Padinho. Ele é apontado por arregimentar os motoristas e negociar o petróleo subtraído dos dutos da Petrobras.

A Polícia Civil realizou buscas em endereços de Padinho no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Agentes também fizeram buscas no endereço do sargento da Polícia Militar Marcio Aurélio Correa Luparelli. Atualmente preso após uma perfuração de duto de petróleo no Município de Paty do Alferes, o PM era responsável por escoltar e passar informações aos motoristas.

O nome da operação é em alusão aos irmãos ingleses Kray, que integravam o crime organizado em Londres na década de 1950.

Um dos núcleos é composto, segundo a delegacia especializada, por três irmãos, cujas buscas ocorriam no Município de Iracemápolis (SP). Outra busca era feita contra dois irmãos em Ourinhos (SP).

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *