Obras de reforma chegam a 46 unidades escolares de Campos - Tribuna NF

Obras de reforma chegam a 46 unidades escolares de Campos

As obras de reforma chegaram a 46 unidades escolares da rede municipal de ensino. Desse total, a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia já concluiu os serviços em 25 creches e escolas. São prédios, na maioria dos casos, sem reparos há 13 anos aproximadamente. A estimativa de investimentos é na ordem de cerca de R$ 40 milhões de reais, incluindo mão de obra e materiais.

Além disso, há novas escolas em construção visando ampliar a oferta de vagas e o trabalho de manutenção não para, acontece de forma rotineira.

Os investimentos não estão sendo apenas estruturais. As unidades também estão sendo equipadas com novo mobiliário, como mesas, cadeiras, geladeiras, fogões, ventiladores, aparelhos de ar condicionado, entre outros itens; além de laboratórios de ciências, robótica, matemática, pedagógico (Brincar e Aprender), computadores, tablets, merenda de qualidade, playgrounds, parquinhos, entre outros.

De acordo com o prefeito Wladimir Garotinho, por lei, a Prefeitura tem que investir no mínimo 25% do orçamento em Educação, porém está indo além e, no último ano, investiu 32%. “Com isso, estamos demonstrando o nosso compromisso com nossas crianças e com o futuro da nossa cidade”, disse o prefeito durante a entrega das obras de reforma da Escola Municipal Donana, na noite da última sexta-feira (4).

De acordo com o secretário de Educação, Marcele Feres, com a recuperação das creches e escolas, a Prefeitura está reconquistando, também, a dignidade e confiança dos profissionais, alunos e pais de estudantes.

“Estamos fazendo um resgate completo da nossa educação, pois o período da pandemia foi muito difícil. Estamos dando as condições e estrutura favorável para as escolas, equipamentos, estratégias pedagógicas, inovação, ou seja, tudo aquilo que as crianças e os profissionais precisam para que a educação possa florescer e a gente possa preparar nossa cidade para o futuro”, destacou o secretário.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *