Obras da Clínica de Hemodiálise de Campos seguem avançando em nova fase - Tribuna NF

Obras da Clínica de Hemodiálise de Campos seguem avançando em nova fase

As obras de construção da Clínica Regional de Hemodiálise Amigos do Rim — Francisco Paes Filho, no espaço anexo ao Hospital Geral de Guarus (HGG), seguem avançando em nova fase. As 131 estacas, cada uma tem 10 metros de profundidade e um diâmetro de 40 centímetros, já estão devidamente instaladas e nos próximos 30 dias, os operários se concentrarão na parte de escavação e arrasamento de estaca, para montagem e preenchimento das caixas de blocos.

As intervenções iniciaram no dia 24 de agosto. A previsão é a de que o equipamento esteja pronto em 12 meses. A unidade vai atender aos pacientes renais de Campos e Região Norte Fluminense. Ela estará sob a gerência da Fundação Municipal de Saúde (FMS), cujas vagas serão disponibilizadas por meio do Serviço Estadual de Regulação (SER). A construção é fruto de mais uma parceria entre a Prefeitura de Campos e o Governo do Estado.

“Já finalizamos o cravamento das estacas e ontem (segunda-feira, dia 11) iniciamos essa nova etapa da obra, em que estaremos atuando durante 1 mês”, informou o mestre de Obras da Clínica de Hemodiálise, Rudinely da Silva Santos.

A CLÍNICA – A ordem de serviço para o início das intervenções foi assinada pelo prefeito Wladimir Garotinho, em 15 de agosto. O espaço contará com 60 cadeiras de hemodiálise e atendimento em três turnos. Haverá oito leitos especiais em locais isolados para pacientes com patologias infecciosas. Um paciente que contraiu Covid ou hepatite C, por exemplo, e necessite fazer hemodiálise, não ficará no salão, mas em local isolado, em leito individualizado. Haverá também quatro leitos de estabilização para pacientes que tiverem alguma intercorrência, como queda de pressão, durante o tratamento.

O centro de hemodiálise foi um pedido feito por Wladimir à Secretaria de Estado de Saúde (SES), em 11 de fevereiro de 2022, e atendido em 28 de fevereiro deste ano, durante a solenidade de lançamento do projeto “SOS Coração: Nossa missão é cuidar das pessoas”, na Santa Casa de Misericórdia. Na ocasião, o secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho, anunciou a construção da clínica. O aporte financeiro para a implantação da unidade será de mais de R$ 15 milhões. Os investimentos estaduais, somados aos municipais, no valor de R$ 719.387,17, totalizam R$ 15.719.387,17.

Atualmente, Campos tem 45 pacientes renais inscritos no Sistema Estadual de Regulação (SER) aguardando pelo início do tratamento.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *