Novos conselheiros tutelares e suplentes tomam posse

Os 50 conselheiros tutelares, sendo 25 titulares e 25 suplentes, eleitos pela população no maior processo eleitoral para o cargo na história do município, tomaram posse na manhã desta sexta-feira (10), no auditório da Prefeitura de Campos. Representantes de órgãos que compõem a rede de proteção integral, como o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ) e a Defensoria Pública participaram da cerimônia, que ainda contou com a presença da presidenta do Conselho Municipal de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMPDCA) e também presidenta da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), Sana Gimenes, representando o prefeito Rafael Diniz, que está em reunião na capital Fluminense.

Os novos conselheiros assinaram o termo de posse e foram recepcionados por seus respectivos coordenadores de cada um dos cinco Conselhos Tutelares (CTs) instalados na cidade, sendo dois em Guarus, dois na área central e um em Goitacazes.

— Hoje vivemos um dia histórico ao finalizar o maior processo eleitoral para conselheiros tutelares de Campos. Foi o primeiro realizado com urnas eletrônicas e o que teve o maior número de candidatos e de eleitores. Esperamos que os novos conselheiros atuem de forma combativa na proteção e na garantia de direitos das crianças e dos adolescentes. A gestão do prefeito Rafael Diniz atua junto com os Conselhos Tutelares para assegurar os direitos prioritários dos nossos meninos e meninas de Campos — ressaltou a presidenta do CMPDCA e da FMIJ, Sana Gimenes.

Já a promotora de Justiça da Promotoria da Infância e da Juventude de Campos (não infracional e individual), Sandra da Hora Macedo, destacou a importância da integração entre os órgãos da rede de proteção e o protagonismo das ações do CT.

— O conselho tutelar é o órgão que está mais próximo da população infantil e adolescente do município. São eles, dentro do princípio da intervenção precoce, que irão atuar de imediato na proteção dessas crianças quando ocorrem violações de direitos. Temos um trabalho de articulação em rede, fazemos reuniões periódicas e trocamos experiências. Temos esse importante trabalho que precisa ser articulado — explicou a promotora.

Ela pontuou ainda que espera muito empenho e dedicação dos novos conselheiros. “A causa é dificílima. Os casos, na maioria das vezes, são muito tristes e trazem uma ansiedade de querer resolver logo, já que tudo na área da infância requer urgência. Que esta nova equipe tenha muito carinho com esta causa tão nobre que é a Infância e Juventude”, reconheceu. Também participaram da cerimônia os defensores públicos Guilherme Alves e Maísa Alves Gomes.

Há sete anos atuando como conselheira tutelar, Renata da Conceição está entre os cinco eleitos para atuar no CT V, em Goitacazes, na gestão 2020/2023. “As experiências que vivi nestes anos mudaram por completo a minha vida. Além de atuar no Conselho Tutelar, a gente abraça a causa da Infância e passa a pensar nela em todos os espaços. Desejo aos novos conselheiros que tenham muita força, coragem, se capacitem para que possam atuar da melhor forma possível para defender os direitos das crianças e dos adolescentes da nossa cidade e que, antes de tudo, hajam com legitimidade para assegurar os direitos deste público prioritário”, compartilhou a conselheira.

Fonte: Supcom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: