24/05/2024
Polícia

Mulher morre após ser baleada pelo marido

A bióloga Wania Lucia Firmiano da Silva, de 47 anos, veio a óbito após ficar cerca de duas semanas internadas no Hospital Estadual Roberto Chabo, em Araruama. De acordo com relatos de vizinhos repassados a Polícia Militar, a vítima foi atingida por tiros disparados pelo próprio marido, o suboficial da Marinha Alexander Neves da Invenção, depois dela intervir num desentendimento entre o filho de 12 anos e o militar.

A criança teria xingado Alexander e como resposta, o militar teria sacado uma arma para matar o menino. Wania entrou na frente e acabou sendo atingida. O crime aconteceu dentro de um condomínio na cidade de São Pedro Da Aldeia, no final de junho.

Wania, que se identificava nas redes sociais como ‘mãe’, chegou a ser levada para um hospital na cidade. Mas diante da gravidade da situação ela precisou ser transferida para outra cidade da Região dos Lagos. Segundo a direção do hospital estadual, ela chegou a unidade em estado grave e com lesões no abdômen, tórax e coluna.

Ainda de acordo com a PM, os disparos chamaram a atenção de uma policial feminina, vizinha do casal. Ela teria ouvido dois disparos e, ao olhar para verificar de onde vinha o disparo, a agente viu o acusado com a arma na mão. O homem foi encaminhado para delegacia da cidade.

A vítima foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Pronto Socorro do Morro dos Milagres. Uma arma foi apreendida durante a ocorrência. O caso é investigado pela 126ªDP (Cabo Frio).

Fonte: Extra

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *