MPRJ recebe denúncia contra Marquinho do Transporte por suposto uso de interpostas pessoas em empresas - Tribuna NF

MPRJ recebe denúncia contra Marquinho do Transporte por suposto uso de interpostas pessoas em empresas

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

Vereador teria transferido propriedade de empresas para parentes e funcionários

O vereador de Campos dos Goytacazes Marquinho do Transporte (PDT), foi denunciado ao Ministério Público (MP) por usar empresas de terceiros para prestar serviços à Prefeitura de Campos, em conduta vedada por lei. A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia suspendeu momentaneamente o pagamento do contrato, enquanto promove a auditoria do caso, com apoio de órgãos municipais.

De acordo com a denúncia anônima, assim que assumiu o mandato, o parlamentar montou um suposto esquema usando interpostas pessoas, transferindo a propriedade das empresas para parentes e funcionários.

A Secretaria de Educação de Campos recebeu cópia da denúncia ao MP, dando conta da irregularidade cometida pelo parlamentar e optou por suspendeu os pagamentos, e abrir procedimento de apuração.

Recentemente, o vereador Marquinhos do Transporte foi envolvido em outra denúncia, sob suspeita de fraude em licitação no Governo do Estado. A licitação acabou sendo suspensa e foi aberta uma sindicância pela Corregedoria da Secretaria Estadual de Educação.

O mesmo vereador também teve seu nome citado nas nomeações secretas para a Fundação Ceperj, órgão do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Os nomeados recebem seus salários em dia, sacado mensalmente na boca do caixa, mas não trabalham.

Tribuna NF abre espaço para o vereador se posicionar*

Leia também: O inquérito no MP contra vereador Marquinho do Transporte por suposto uso de interpostas pessoas em empresas

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *