Morre o médico Makhoul Moussallem, vítima da Covid-19

Morreu nesta quarta-feira (01) o médico neurocirurgião Makhoul Moussallem. Internado desde o último dia 22 de junho na UTI do hospital da Unimed, Makhoul de 75 anos testou positivo para Covid-19 e apresentava comorbidades, como uma fibrose e problemas renais, frutos de um tratamento para câncer, e que se agravaram por causa do coronavírus.

Dono de uma trajetória de larga expressão na sociedade campista, foi candidato a prefeito e integrante de várias entidades médicas, como o Sindicato dos Médicos de Campos (Simec) e o Conselho Regional de Medicina (CRM). Foi, também, fundador da cooperativa de médicos Unimed.

Lutando contra um câncer há vários anos, Makhoul foi acometido pela covid-19 e teve 75% de sua capacidade respiratória comprometida. Nas últimas 24h, seu quadro de saúde se agravou, com comprometimento cardiológico e das funções renais, chegando a fazer hemodiálise na “boca do leito”.

Makhoul deixa três filhos e a companheira e também médica Vera Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: