28/05/2024
Campos

Ministério Público, Polícia Militar, delegados e empresários elaboram medidas de combate a furtos e roubos em Campos

Uma reunião que durou duas horas, realizada na quinta-feira (05/05) no auditório do Ministério Público Estadual, discutiu a elaboração de uma ação conjunta dos órgãos de Segurança, Justiça e do Município para combater furtos, roubos e arrombamentos de estabelecimentos comerciais em áreas de grandes fluxos da cidade, como o Centro.

A reunião aconteceu um mês depois do primeiro encontro na Câmara de Dirigentes Lojistas- CDL- em (04/04) para discutir o tema, com a participação do delegado Geraldo Rangel, chefe da Região Integrada de Segurança Pública- RISP-. A segunda aconteceu no dia 18 de maio dessa vez com o secretário de Ordem Pública do município, Jackson Luís Jesus de Souza também na CDL.

Nesse terceiro encontro de quinta-feira, dessa vez no Ministério Público, foi dado mais um passo com a redação de uma Ata com sugestões que poderão nortear as ações da Segurança Pública neste foco especifico. A Ata redigida pelo departamento Jurídico da CDL foi sugerida pelo Promotor de Justiça Fabiano Moreira para que essas ações sejam definidas com todos os órgãos envolvidos.

Além do Promotor Fabiano Moreira participaram da reunião o Comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar Coronel Gustavo Pinheiro Marques, os Delegados de Polícia Civil Pedro Emílio de Souza Braga e Pollyana da Paixão Henriques, o Tenente Tavares, comandante da Base do Segurança Presente em Campos e o o secretário de Ordem Pública Jackson Luís Jesus de Sousa,

Sete itens já foram debatidos no encontro formando uma pauta para a elaboração deste plano de ação. São temas como uma campanha de orientação dos empresários do comércio sobre procedimentos entre eles, preservar o local do crime no caso de arrombamentos para que o trabalho de perícia da Polícia Civil não seja prejudicado.

Na Ata também consta a necessidade de oficiar a Secretaria de Governo do Estado para que seja estendido o horário de atuação do efetivo da Base do Segurança Presente, no período noturno, e o estudo para a conexão de todas as câmeras de segurança – particulares e públicas- em um padrão de alta resolução.

A atuação ostensiva da Secretaria de Ordem Pública, também no período noturno, com o cadastramento das pessoas encontradas em situação de rua, feito por Assistentes Sociais, foi sugerido à Secretaria de Ordem Pública.

– O Ministério Público nos atendeu plenamente tanto que a reunião foi em seu auditório. Teremos outras reuniões para debatermos esse relevante assunto de interesse de toda sociedade- disse o presidente da CDL, Edvar de Freitas Chagas Júnior que estava acompanhado dos diretores Roberto Escudine e Marco Antônio de Souza Gomes.

A Associação Comercial e Industrial de Campos – ACIC- foi representada pelo seu primeiro vice-presidente Fernando Loureiro e a JCI pelo seu presidente Estevão Azevedo.

AscomCDL*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *