Marcada para o dia 23/7 a licitação do lixo de SFI

Com o valor estimado de R$ 5.721.838,21 para um período de 6 meses está marcado para o dia 23 de julho, às 10h, o prosseguimento do certame licitatório da concorrência numero 001/2018.

Segundo o edital, o objeto da contratação de empresa para a realização de serviços de coleta de resíduos sólidos, transporte e destinação final dos mesmos ao centro de tratamento de resíduos em Conselheiro Josino, em Campos dos Goytacazes.

A única situação estranha é que o lixo atualmente vem sendo descartado em uma fazenda cujo proprietário, ainda desconhecido, mas que fica ao oeste da praia de Manguinhos, enquanto o edital estabelece que o descarte deverá ser feito em Conselheiro Josino.

Também os resíduos sólidos procedentes das limpezas de fossas em SFI vêm sendo descartado nos mananciais locais, inclusive nos fundos da prefeitura.

A questão não é qualquer tipo de perseguição ao governo, mas descarte nesses mananciais destrói a natureza.

A questão não deve ser recebida sob o ponto de vista correcional, mas é uma conduta que deve ser evitada.

Algumas coisas deverão ser passadas a limpo em SFI. O conhecimento do verdadeiro dono da fazenda onde vem sendo descartado o lixo, e se os veículos que fazem o descarte tanto dos resíduos quanto do lixo recebem para levá-los para Conselheiro Josino.

Afinal, quem fiscaliza esse contrato?

Leia também: *Contrato de lixo sem licitação em SFI custa quase meio milhão por mês

*O lixo de São Francisco do Itabapoana II 

*Lixo e esgoto de SFI são questionados pela Defensoria Pública

De sua opinião