Luciano Mattos toma posse como procurador-geral de Justiça do RJ

O novo procurador-geral de Justiça do RJ, chefe do Ministério Público estadual, Luciano Oliveira Mattos de Souza, tomou posse na manhã desta sexta-feira (15).

A cerimônia de posse aconteceu em sessão solene do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça. Para evitar aglomeração, a imprensa acompanhou a solenidade por telões. Está prevista ainda uma entrevista coletiva, dessa vez de forma presencial.

Luciano foi nomeado para o cargo pelo governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, na quarta-feira passada (6), a partir de uma lista tríplice.

Castro seguiu a tradição e escolheu o mais votado entre os três candidatos.

Luciano Mattos substitui o atual procurador-geral, Eduardo Gussem, que conduziu o processo.

O governador em exercício fez postagens em redes sociais para anunciar a escolha.

“Recebi nos últimos dias os três integrantes da lista tríplice eleita pelo Ministério Público Estadual e decidi nomear como novo procurador-geral de Justiça o dr. Luciano Mattos, nome mais votado entre seus pares (…) Desejo ao novo PGJ Luciano Mattos sucesso na sua missão”, postou Castro em uma rede social.

Perfil

Natural de Niterói, Mattos é casado e pai de dois filhos. Está há 25 anos no Ministério Público do Rio (MPRJ), onde atuou em várias cidades do estado. Na Região dos Lagos, foi coordenador-geral do MPRJ.

De volta ao Rio, atuou na Central de Inquéritos, na área de investigação criminal e na coordenação das promotorias de Tutela Coletiva da capital e de Niterói. Presidiu, por três mandatos, a Associação do Ministério Público (AMPERJ).

Mattos também foi titular nas promotorias de Justiça em São João da Barra, Cabo Frio, na Central de Inquéritos, até assumir a Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente de Niterói.

A eleição

A eleição para procurador-geral para o biênio 2021/2023 foi realizada em 11 de dezembro, de maneira semi-presencial. Luciano Mattos obteve 546 votos (31,92% do total), a procurador de Justiça Leila Machado Costa teve 501 votos (29.29%) e, em terceiro, o promotor de Justiça Virgilio Panagiotis Stavridis somou 427 votos (24,97%).

O procurador Marcelo Rocha, declaradamente apoiador de Jair Bolsonaro, ficou fora da lista tríplice – filho do presidente, Flávio Bolsonaro é alvo de investigação do Ministério Público do Rio (MPRJ).

Os nomes foram encaminhados ao governador pelo presidente do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça em 4 de janeiro.

O novo procurador-geral de Justiça toma posse em sessão solene do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça no próximo dia 15 e exercerá mandato até 14/01 de 2023.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *