Lava-Toga baiana volta às ruas para prender desembargadora e advogados

A Polícia Federal deflagrou nesta terça a quinta fase da Operação Faroeste, que investiga um esquema criminoso de venda de decisões judiciais no Tribunal de Justiça da Bahia.

São cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão temporária expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. Os mandados de busca, oito no total, ocorrem nas cidades de Salvador (BA), Mata de São João (BA) e Rondonópolis (MT).

Os mandados de prisão temporária têm como alvos uma desembargadora do TJBA Sandra Inês Russiocelli e dois advogados, sendo um deles Vasco Rusciolelli Azevedo, filho e, segundo a Polícia Federal, operador financeiro da magistrada.

Os crimes investigados, além de corrupção ativa e passiva, são lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.

Veja*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *