18/06/2024
Campos

Informe aos motoristas para desvios na 28 de Março para obras de asfaltamento

A Avenida 28 de Março está em obras que compreendem a fresagem (raspagem do antigo asfalto) e construção de nova camada asfáltica a quente, que proporciona maior durabilidade. Para evitar maiores transtornos no tráfego de veículos o Instituto Municipal de Trânsito e Transportes (IMTT) estabeleceu itinerários para desvios e divulga o nome das ruas para que os motoristas escolham qual a melhor alternativa, conforme sua procedência e destino.

Tudo está acontecendo de acordo com entendimento entre a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, IMTT, Subsecretaria de Mobilidade e a construtora que executa as obras, além da Guarda Civil Municipal que atua junto com operadores da empresa na orientação do trânsito nos pontos de desvio, conforme os itinerários e mapa de orientação.

OPÇÕES PARA MOTORISTAS COM DESVIOS NA AV. 28 DE MARÇO

Nesta sexta-feira (27) estão previstos serviços de fresagem e pavimentação no trecho da Avenida 28 de Março, próximo ao cruzamento com a Avenida Dr. Arthur Bernardes. Os motoristas que seguem pela Avenida 28 de Março no sentido Penha-Centro devem optar por desvio nas ruas Hermito Pinto Peçanha, Rua Carlos Américo da Silva Alves e Rua Antuérpio Soares Young. Ainda existe a opção de acessar o Centro, através da Avenida Presidente Kennedy e a Rua José Bonaparte Vieira. Outra opção para quem vem da Baixada Campista é acessar a Estrada dos Ceramistas e a Estrada do Carvão até à Avenida José Alves de Azevedo.

Os motoristas que seguem no sentido Centro-Penha podem optar por acessar a Rua Barão de Carapebus, a Rua Antonio Manoel, a Rua Milton Barbosa e a Rua João da Costa Wagner, retornando para a Avenida 28 de Março após a intervenção.

O engenheiro, Gustavo Rebello, esclarece que os desvios não são feitos durante todo o período de trabalho das máquinas. “O trabalho de fresagem estamos realizando de forma a ocupar uma das faixas, deixando a outra livre para o trafego, com a via sinalizada por cones e faixas com homens auxiliando, sem a necessidade, portanto, de fazer desvio. Contudo, quando entra na pista a máquina vibroacabadora que espalha o asfalto, precisamos interditar, porque asfaltamos as duas pistas ao mesmo tempo. É que o trabalho de asfaltamento é bem mais rápido e, por isso trabalhamos fazendo o asfaltamento em duas faixas. Neste caso precisamos interditar o trecho que está sendo asfaltado e por algumas horas é preciso fazer o desvio do trafego em diferentes pontos da via, na medida que vamos avançando com a obra”, detalha Gustavo Rebello.

O vice-presidente do IMTT, Davi Alcântara informa que, por meio do trabalho em parceria com a Guarda Civil Municipal, os motoristas serão avisados previamente dos trechos que vão ser interditados. “Vamos estar em contato diário com a empresa para planejarmos as vias adequadas para o desvio da avenida nos trechos que estiver sendo asfaltado”, informa.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *