14/06/2024
Polícia

Influenciadora morta no Rio trocou blindado por um carro sem proteção 15 dias antes de crime

Cerca de 15 dias antes de ser morta, a influenciadora digital Luanne Jardim trocou o carro que usava, um Porsche blindado, por um outro veículo, que não tinha proteção. Ela foi assassinada durante a abordagem de criminosos ao automóvel onde ela estava com a família, na noite do último domingo (21), em uma alça de acesso à Linha Amarela. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

O Disque Denúncia divulgou nesta terça-feira (23) um cartaz pedindo informações sobre a morte de Luanne. O anonimato é garantido.

Apesar da primeira linha de investigação apontar para uma tentativa de assalto, familiares falam em execução.

Luanne Jardim foi baleada no ombro por um dos bandidos. Ela chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu ao ferimento.

Com mais de 340 mil seguidores em uma única rede social, Luanne construiu sua trajetória profissional usando como exemplo para seguidores mudanças em sua vida pessoal. Em sua biografia, ela se classificava como “multiempreendedora” e se descrevia como “ex-obesa”, afirmando ter perdido 42 quilos.

Luanne ficou famosa nas redes por sua imagem de mulher vencedora, que superou as dificuldades para viver uma vida confortável, com carrões e viagens paradisíacas. Tudo isso, segundo ela, depois de vencer a depressão e a obesidade, que a impediam de levar uma vida saudável.

Atualmente, a influenciadora vendia produtos para ajudar no emagrecimento de outras pessoas e usava sua história de vida para mostrar como a combinação desses produtos com atividades físicas poderiam mudar a realidade de seus seguidores.

Quem tiver informações sobre o caso pode denunciar de forma anônima ao Disque Denúncia.

Disque Denúncia:

Central de atendimento: (021) 2253 1177 ou 0300-253-1177
WhatsApp Anonimizado: (021) 2253-1177 (conta com uma técnica de processamento de dados que remove ou modifica informações que possam identificar o denunciante)
Aplicativo: Disque Denúncia RJ

Fonte: G1

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *