Garotinho e Rosinha emitem nota rebatendo as referências das suas prisões feitas pela Globo

“COMPROMISSO COM A VERDADE

É lamentável que alguns veículos de comunicação continuem envolvendo o meu nome e o da minha esposa, Rosinha Garotinho, em fatos da mesma natureza que levaram outros ex-governadores do Rio à prisão e que agora recaem sobre Wilson Witzel.

A verdade é que eu e Rosinha jamais fomos presos em decorrência de investigações relacionadas à nossa gestão à frente do governo do estado. No nosso caso, fomos vítimas da perseguição de juízes eleitorais e promotores de Campos dos Goytacazes, com acusações infundadas a respeito de fatos ocorridos naquela cidade.

Não por acaso, os tribunais superiores restituíram a verdade reiteradas vezes, tornando sem efeito decisões de instâncias inferiores que visavam unicamente atacar o meu grupo político. Agora, está mais do que na hora de a imprensa seguir o mesmo caminho.

É importante ressaltar ainda que as denúncias contra corrupção no Estado do Rio foram feitas por mim, em 2012, em notícia-crime encaminhada à PGR, em Brasília.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *