GAM resgata “cobra-cega” anfíbio com aparência de réptil no Parque Guarus - Tribuna NF

GAM resgata “cobra-cega” anfíbio com aparência de réptil no Parque Guarus

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

O Grupamento Ambiental (GAM) da Guarda Civil Municipal resgatou nesta quarta-feira (04), uma cobra-cega ou Cecília, como também é conhecida, no Parque Guarus.

Apesar do nome e da aparência, o animal é um anfíbio e, não, um réptil, conforme informação do GAM. Na verdade, o animal não é cobra e nem cega, de acordo com estudos. Existe um mito sobre a cegueira do animal, que possui olhos bem pequenos. O animal resgatado é um adulto.

Cobras cegas são frequentemente confundidas com minhocas ou pequenas cobras. Sua aparência é de uma “mini serpente” cavadora, semelhante a vermes, de cor rosa ou cinza e tem uma língua bifurcada e escamas lisas ao redor do corpo (sem escamas largas na barriga) que lhes permitem viajar pelo solo. “As pessoas confundem com uma cobra. É normal, mas é um anfíbio. O animal se alimenta de pequenos insetos e matéria em decomposição no solo”, informa o coordenador do GAM, Ralph Xavier.

Os gimnofionos são animais sem membros, vertebrados do grupo dos anfíbios, assim como sapos e rãs. Apesar de existirem há cerca de 250 milhões de anos, as cobras-cegas ainda permanecem pouco estudadas, porque vivem a maior parte do tempo enterradas, por isso, são difíceis de encontrar. A comunidade científica voltou a dar atenção a este animal, porque seriam o primeiro anfíbio a apresentar indício de ser peçonhento, de acordo com estudos preliminares, mas ainda sem comprovação.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *