Estado do RJ já admite barrar turistas para conter a Covid-19

O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Carlos Alberto Chaves, afirmou que o governo já admite barrar a entrada de turistas a fim de conter a Covid-19.

Segundo Chaves, os indicadores da doença no RJ serão avaliados até a próxima sexta (12), quando a decisão de fechar as fronteiras para visitantes será tomada.

Na manhã desta quarta-feira (10), 95% dos leitos de UTI da rede do Sistema Único de Saúde estavam ocupados. Até o momento, pouco mais de 6% dos moradores da cidade do Rio foram vacinados.

Hospital fechado

Chaves também justificou o fechamento do Hospital Eduardo Rabello, em Senador Vasconcelos, Zona Oeste do Rio. Mesmo durante a pandemia, unidade foi fechada para passar por reformas.

As justificativas foram apresentadas durante uma entrevista coletiva, manhã desta quarta-feira (10), na sede da secretaria, Centro do Rio, onde detalha a situação dos leitos para pacientes com Covid-19.

Na coletiva, ele afirmou que não voltará a a abrir os hospitais de campanha.

“Não vamos colocar paciente em container, nem reabrir hospital de campanha. Ponto. Eu não quero ser o quinto ou sexto secretário de Saúde na cadeia”.

Sobre o Hospital Eduardo Rabello, ele afirmou:

“Em 2001, estava fora do Brasil e reativei 120 leitos do Eduardo Rabello. É um hospital pelo qual tenho um carinho brutal. Passei 10 anos no Ministério Público e fizemos várias ações de inspeção nessa unidade. Estamos entregando essa documentação ao Judiciário – já há ações civis públicas sobre as condições do Eduardo Rabello”

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *