Em protesto, setor de eventos exige da prefeitura de Campos data de reabertura

Cerca de 200 empresários, prestadores de serviços e artistas que atuam no setor de eventos, um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, fizeram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (21), na Praça São Salvador, no Centro de Campos. Eles pedem que a prefeitura estabeleça uma data para que festas e shows voltem a acontecer no município.

Em outra ação, representantes do segmento estiveram reunidos, no dia 31 de agosto, com o superintendente municipal de Entretenimento e Lazer de Campos, Fabiano Gomes, que apresentou um protocolo de retomada gradual das atividades, desenvolvido em conjunto com o departamento de Vigilância em Saúde.

O documento será publicado em Diário Oficial ainda esta semana, mas não fixa uma data para que festas e shows voltem a ocorrer. Em nota, a prefeitura afirmou que, na atual fase amarela do plano de retomada das atividades econômicas e sociais, “não está prevista a liberação de eventos”.

Os manifestantes defendem a importância de criar uma data, uma vez que festas e shows envolvem um grande número de profissionais, incluindo artistas, fornecedores de produtos e prestadores de serviços, cujos trabalhos dependem de planejamento de longo prazo.

Vestidos de preto, os manifestantes seguravam cartazes com dizeres que indicavam a área de atuação, como “Fotógrafo”, “Decoração”, “Animação”, “Eu vivo de música” e “Salão de Festas”. Eles executaram o Hino Nacional e soltaram balões em sinal de luto pelo setor.

VEJA A ÍNTEGRA DA NOTA DA PREFEITURA

A Superintendência de Entretenimento e Lazer e a Vigilância em Saúde divulgarão esta semana o protocolo final com as medidas a serem tomadas pelo segmento de eventos, na possibilidade de liberação dos mesmos, dentro do plano de retomada. O grupo de crise para enfrentamento ao coronavírus está analisando o protocolo, de acordo com a incidência da Covid-19 para cada atividade. E lembra que cada atividade — e sua devida liberação — está prevista no plano de retomada econômica. Na atual fase amarela, de atenção máxima, ainda não está prevista a liberação de eventos.

JTV*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: