Dia "D" de vacinação de crianças contra a Covid-19 tem grande movimento em Campos - Tribuna NF

Dia “D” de vacinação de crianças contra a Covid-19 tem grande movimento em Campos

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

“Estou feliz. Fui vacinado”! Meu dia chegou”! Mensagens como essas, escritas em pequenas placas, buscaram incentivar meninos e meninas de 5 a 11 anos a tomarem a primeira dose da vacina contra a Covid-19, neste sábado (12). A realização pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, do Dia “D” de vacinação contra a Covid-19, lotou o ginásio do Colégio Salesiano Dom Bosco Campos, no Parque Tamandaré. O prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, ao lado da primeira-dama, Tassiana Oliveira, acompanhou a vacinação de várias crianças.

Com a presença de personagens infantis, que garantiram muitos sorrisos, a vacinação começou às 9h. Em apenas uma hora, mais de 400 crianças já haviam recebido o imunizante. Para o Dia “D”, a secretaria de Saúde disponibilizou 700 vagas para agendamento online, através do site da Prefeitura (campos.rj.gov.br), e outras 500 vagas por meio da distribuição de senhas. A procura pela vacina foi tão grande que mais 200 senhas foram ofertadas aos pais ou responsáveis que foram ao local.

Os primos Yasmin, de 10 anos, e Miguel, de 7 anos, estavam com a mãe de Yasmin, a dona de casa Bruna da Conceição, 28 anos. Moradora do Parque Novo Eldorado, Bruna disse ter consciência da importância da vacina. “Em nenhum momento pensei em não vaciná-los, porque ficam falando muitas coisas contrárias à vacina”, disse.

O prefeito Wladimir afirmou ter ficado satisfeito com o movimento registrado no Dia “D”. “Nosso objetivo é aumentar a cobertura vacinal e proteger nossas crianças. Desde sempre, a vacina salva vidas. Graças a Deus, as famílias atenderam ao nosso chamamento e vieram aqui hoje”, afirmou Wladimir, lembrando que a vacinação continua de segunda à sexta-feira em vários postos do município.

Até a última sexta-feira (11), Campos havia vacinado 13.055 crianças com a primeira dose, representando uma cobertura vacinal de 26,11%, já que a meta é imunizar 50 mil menores.

O diretor de Atenção Básica da secretaria de Saúde, médico infectologista Rodrigo Carneiro, explicou que a vacinação em massa é a única forma de controlar a pandemia. “Com todo esse movimento aqui hoje, percebemos que os pais que ainda estavam receosos em relação à vacina, entenderam sua eficácia e segurança”.

Luan, de 9 anos, também recebeu a primeira dose. A mãe, a professora Carla de Oliveira Martins, 38 anos, disse que não havia levado o filho antes para tomar a vacina porque todos em sua casa testaram positivo para a Covid.

“Essa iniciativa da Prefeitura de realizar esse mutirão facilitou muito minha vida”, contou Carla, que chegou ao Salesiano por volta das 6h30 da manhã para conseguir uma senha e, segundo ela, nesse horário, já havia 100 pessoas na sua frente.

Hadassa, de 7 anos, tomou a vacina abraçada ao pai, o aposentado Nildo Antônio Wagner, 71 anos, por estar com um pouquinho de medo da agulha. Após a aplicação da dose, ela abriu um sorriso e afirmou não ter sentido dor.

O subsecretário municipal de Saúde, Marcos Gonçalves, o presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Ribeiro, e o vereador Álvaro Oliveira, além de secretários municipais, também estiveram presentes no Colégio Salesiano.

Subcom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *