20/06/2024
Variedades

Detran.RJ amplia emissão da Carteira de Identidade Nacional para pessoas de até 50 anos de idade

A partir da próxima segunda-feira (dia 3), cidadãos com até 50 anos de idade poderão solicitar a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN). O Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran.RJ) está expandindo a emissão do documento, que utiliza o CPF como único número de identificação e é válido em todo o território nacional. O objetivo é prevenir fraudes e proporcionar maior segurança aos usuários.

Para solicitar o novo documento, é necessário apresentar a certidão original de nascimento ou de casamento e o CPF. Caso o cidadão ainda não tenha o CPF, ele pode fazer a inscrição pelo site da Receita Federal ou em unidades conveniadas, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios e cartórios de Registro Civil. Sem o CPF, o cidadão receberá o modelo antigo de RG.

A primeira via da CIN é gratuita. Então, não há necessidade de pagamento de taxas ou do Documento Único de Arrecadação (Duda).

“O novo modelo de identidade é crucial para dificultar fraudes, pois unifica o número de identificação em todo o país. A ampliação da emissão da CIN é um passo importante para garantir a segurança e a integridade dos documentos dos cidadãos”, afirmou Glaucio Paz, presidente do Detran.RJ.

A nova identidade conta com um QR Code que permite verificar a autenticidade do documento e identificar se ele foi furtado, clonado ou extraviado. O documento também tem um código internacional conhecido como MRZ, usado em passaportes, facilitando seu uso como documento de viagem em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros. Além disso, elementos gráficos adicionais foram incorporados para dificultar falsificações.

Desde a implementação do novo documento em janeiro do ano passado, a Diretoria de Identificação Civil do Detran.RJ já emitiu 569.299 CINs. A introdução do documento está sendo realizada em etapas: inicialmente disponível para crianças de 0 a 11 anos, a faixa etária foi gradualmente ampliada para 18 anos em abril, 30 anos em novembro de 2023 e 40 anos em março deste ano.

Documento digital

Desde agosto do ano passado, a CIN também está disponível em formato digital através do aplicativo Gov.br, do governo federal.

Após a emissão do documento impresso, os cidadãos podem baixar o aplicativo para sistema iOS ou Android, realizar o cadastro e acessar a CIN pelo celular. A versão digital oferece praticidade, já que permite que o documento esteja sempre à mão, no celular.

De acordo com o decreto federal que instituiu a CIN, o modelo anterior de RG será válido até 28 de fevereiro de 2032, permitindo uma transição gradual para o novo formato. Pessoas com 60 anos ou mais poderão optar por manter o documento antigo.

Extra*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *