Desembargador oficia Policia Federal sobre requisições na Aije de Bruno e Wladimir

O Corregedor e Vice-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Claudio Brandão de Oliveira, determinou, em novo despacho na última quarta-feira (11), que à Delegacia da Polícia Federal de Campos envie cópias de inquéritos eleitorais onde  deputado federal Wladimir Matheus é citado ou investigado.

O despacho foi na Ação de Investigação Judicial Eleitoral proposta pelo Diretório Estadual do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade/RJ), e a Coligação Mudar é Possível (PSOL-PCB), que investiga uma suposta compra de votos sob o valor R$ 50 e outros supostos crimes eleitorais. Em recente decisão, o desembargador sinalizou que poderia tomar uma “medida mais incisiva”, como por exemplo uma busca e apreensão.

Em sua defesa enviada ao TRE, Wladimir afirma que os denunciados no processo que tramita na 1ª Vara Criminal de Campos não são réus na Aije proposta pelo PSOL, e por isso o processo deve ser extinto, apesar de praticamente confessar que foi beneficiado. Nesse sentido buscam extinguir o processo por alguma falha processual, que ainda será analisada pelo Corregedor.

Em várias oportunidades Bruno Dauaire e Wladimir Matheus demonstraram confiança em vencer a ação que teria sido proposta por um político derrotado na última eleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: