Defesa Civil realiza trabalho emergencial em Santa Maria, no Norte de Campos

Em 30 minutos de chuva e ventos fortes, no final da tarde desta terça-feira (30), duas casas ficaram destelhadas, deixando as famílias desalojadas no distrito de Santa Maria, no Norte de Campos. Cerca de 30 árvores caíram na RJ 230, que liga os distritos de Santa Maria e Santo Eduardo, interditando uma das pistas. Equipes da Secretaria de Defesa Civil realizaram vistorias e iniciaram o corte para remoção das árvores ainda nesta terça-feira. O trabalho prosseguirá na manhã de quarta-feira (1°), com o apoio da Secretaria de Serviços Públicos, que cederá caminhão e máquina para retirada dos galhos e liberação total da estrada.

O secretário de Defesa Civil, coronel Alcemir Pascoutto, acompanhou a ação. “Estamos com toda a nossa equipe operacional aqui no distrito realizando uma ação emergencial que tem por objetivo eliminar maiores riscos à população. Amanhã pela manhã retornaremos para fazer uma avaliação mais detalhada do ocorrido e trazer todas as ações que a Defesa Civil oferece. Por orientação do prefeito Wladimir Garotinho, que manteve contato conosco todo o tempo, outras secretarias também estarão envolvidas nas ações de amanhã prestando serviços à comunidade”, adiantou o secretário.

Morador do distrito há 20 anos, o aposentado Altair Francisco Dias, de 77 anos, disse que nunca viu nada parecido em Santa Maria. “Ventou tão forte, que arrancou as telhas de duas casas, várias árvores caíram e até dois postes envergaram. Eu nunca vi isso na minha vida. Foi uma loucura. Na casa do meu filho voou até coisa em cima do carro. Por sorte não tivemos prejuízos. Mas estou solidário aos meus vizinhos que tiveram as casas destelhadas”, contou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.