19/06/2024
Política

Datafolha no RJ: Castro, com 36%, se distancia de Freixo, com 26%

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (22), encomendada pela TV Globo e pela Folha de S.Paulo, aponta que o atual governador Cláudio Castro (PL) abriu vantagem de 10 pontos percentuais para o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) na corrida ao Governo do Rio de Janeiro.

Na comparação com a pesquisa Datafolha anterior, divulgada em 15 de setembro, quando os dois estavam tecnicamente empatados, Castro subiu cinco pontos percentuais (de 31% para 36%), enquanto Freixo oscilou de 27% para 26%.

Intenção de voto para governador, estimulada:

  • Cláudio Castro (PL): 36% (31% no Datafolha anterior, de 15 de setembro)
  • Marcelo Freixo (PSB): 26% (27% na pesquisa anterior)
  • Rodrigo Neves (PDT): 8% (8% na pesquisa anterior)
  • Cyro Garcia (PSTU): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Juliete Pantoja (UP): 2% (1% na pesquisa anterior)
  • Wilson Witzel (PMB): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Eduardo Serra (PCB): 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Paulo Ganime (Novo): 1% (1% na pesquisa anterior)
  • Luiz Eugênio (PCO): 1% (1% na pesquisa anterior)
  • Branco/nulo/nenhum: 12% (14% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 9% (8% na pesquisa anterior)

O ex-governador Wilson Witzel, que sofreu impeachment no ano passado, teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral e recorreu no Tribunal Superior Eleitoral.

Castro alcança índices de intenção de voto mais alto entre:

  • os homens do que entre as mulheres (44% ante 29%);
  • evangélicos (47%);
  • os que aprovam sua gestão (74%).

Freixo tem índices melhores entre:

  • moradores da Região Metropolitana na comparação com o interior (29% ante 18%);
  • mais instruídos (39%);
  • os que possuem renda familiar mensal de mais de 10 salários mínimos (41%);
  • os que reprovam o governo Cláudio Castro (57%).

Intenção de voto para governador, espontânea

O Datafolha também perguntou em quem os eleitores vão votar sem sugerir os nomes dos candidatos, para que as respostas sejam dadas de forma espontânea.

  • Cláudio Castro (PL): 25% (21% na pesquisa anterior)
  • Marcelo Freixo (PSB): 16% (17% na pesquisa anterior)
  • Rodrigo Neves (PDT): 3% (3% na pesquisa anterior)
  • Paulo Ganime (Novo): 1% (1% na pesquisa anterior)
  • Atual governador: 2% (1% na pesquisa anterior)
  • Candidato apoiado pelo Lula: 1% (não foi citado na pesquisa anterior)
  • Outras respostas: 6% (6% na pesquisa anterior)
  • Branco/nulo/nenhum: 9% (12% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 37% (39% na pesquisa anterior)

Segundo turno

A pesquisa também perguntou sobre o cenário de segundo turno com Castro e Freixo.

  • Castro: 46% (43% na pesquisa anterior)
  • Freixo: 38% (41% na pesquisa anterior)
  • Branco/nulo/nenhum: 12% (12% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 4% (5% na pesquisa anterior)

Decisão de voto

O Datafolha perguntou se o eleitor está decidido em relação a seu voto para governador. Veja os resultados:

  • totalmente decidido: 64% (63% na pesquisa anterior)
  • ainda pode mudar: 35% (36% na pesquisa anterior)

Rejeição

A pesquisa do Datafolha também mediu a rejeição dos candidatos ao governo. Ou seja, em quem o eleitor não votaria. O ex-governador Witzel se manteve à frente.

  • Wilson Witzel (PMB): 49% (47% na pesquisa anterior)
  • Marcelo Freixo (PSB): 27% (25% na pesquisa anterior)
  • Cláudio Castro (PL): 21% (19% na pesquisa anterior)
  • Juliete Pantoja (UP): 14% (15% na pesquisa anterior)
  • Cyro Garcia (PSTU): 14% (12% na pesquisa anterior)
  • Eduardo Serra (PCB): 10% (10% na pesquisa anterior)
  • Paulo Ganime (Novo): 10% (10% na pesquisa anterior)
  • Luiz Eugênio (PCO): 9% (11% na pesquisa anterior)
  • Rodrigo Neves (PDT): 9% (9% na pesquisa anterior)
  • Rejeita todos: 5% (6% na pesquisa anterior)
  • Votariam em todos: 2% (3% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 9% (7% na pesquisa anterior)

A pesquisa ouviu 1.526 pessoas entre 20 e 22 de setembro, em 45 municípios fluminenses. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-07687/2022.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *