Covid: Macaé pede informações ao Butantan para aquisição de vacina

A Prefeitura de Macaé deu mais um passo na luta contra o coronavírus. O município encaminhou ofício ao Instituto Butantan em que solicita informações para aquisição de 500 mil doses da vacina contra o Covid-19. Nesta semana, o Instituto anunciou a assinatura de acordo para fornecimento pela Sinovac Life Science de 46 milhões de doses da Coronavac ao Brasil. Segundo eles, um importante passo para garantir a disponibilização da vacina a toda a população, assim que for aprovada pela Anvisa.

Com um protocolo rigoroso de medidas que foram adotadas desde março, Macaé ganhou destaque pelo enfrentamento ao coronavírus garantindo com que o município fosse o primeiro do estado do Rio de Janeiro a entrar na faixa verde, a de menor risco de contágio da doença, no início do mês de agosto. Agora, o governo municipal busca mecanismos que garantam à população o acesso a vacina, tão logo esteja disponível. “A meta é a vacina contra o Covid. O caminho é o Butantan. A partir de agora, vou tentar todas as formas legalmente possíveis para vacinar Macaé o quanto antes”, afirmou o prefeito Dr. Aluizio em sua rede social.

No ofício encaminhado ao Instituto Butantan, a prefeitura solicita os procedimentos a serem adotados na eventual contratação do órgão para o fornecimento de 500 mil doses da vacina, sendo a imunização, a principal forma de combater o vírus e, por consequência, o contágio na população.

Avanços na pesquisa da vacina – O Instituto Butantan é o mais importante fornecedor de imunobiológicos do Brasil. O órgão vem trabalhando em parceria com a Sinovac Life Science, da China, no desenvolvimento da vacina contra o coronavírus. A pesquisa, neste momento, está na fase III, com testagem voluntária em profissionais de saúde. O Instituto também está adaptando uma fábrica para a produção da vacina, com capacidade de até 100 milhões de doses.

Se a vacina for efetiva, o Instituto Butantan vai receber da Sinovac, até o fim do ano, 60 milhões de doses para distribuição. Além disso, foi firmado também acordo para a transferência de tecnologia para produção integral do imunizante contra Covid-19 pelo Butantan a partir do ano que vem.

Ascom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *