27/05/2024
Campos

Começam obras da primeira Clínica de Hemodiálise do interior do Estado do Rio

As obras de construção da Clínica Regional de Hemodiálise Amigos do Rim — Francisco Paes Filho, no espaço anexo ao Hospital Geral de Guarus (HGG), já começaram. A previsão é a de que o equipamento esteja pronto em 12 meses. A unidade vai atender aos pacientes renais de Campos e Região Norte Fluminense. Ela estará sob a gerência da Fundação Municipal de Saúde (FMS), sendo as vagas disponibilizadas por meio do Serviço Estadual de Regulação (SER). A construção é fruto de mais uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

No último dia 15, o prefeito Wladimir Garotinho assinou a ordem de serviço (AQUI) para o início das obras, em cerimônia no HGG. Por causa do mau tempo, o secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho, não pôde estar presente, mas enviou um vídeo comemorando mais essa conquista para a região. Na ocasião, Dr. Luizinho disse que, além da clínica, será construído um centro de transplante, dentro do HGG, para que as pessoas possam sair da cadeira de hemodiálise.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Arthur Borges, disse que nessa fase inicial da obra está sendo realizado o trabalho de fundação, que é crucial para a estabilidade da construção. “Uma das etapas mais importantes da fundação é a perfuração das estacas, que precisam ser feitas com precisão, pois elas serão a base de sustentação da estrutura da clínica”, explicou ele.

Foram planejadas, no total, 131 estacas, sendo que, até o momento, 30 já foram adequadamente instaladas através do método de perfuração por hélice contínua, reconhecido pela eficiência e menor impacto ao meio ambiente. Cada uma tem 10 metros de profundidade e um diâmetro de 40 centímetros.

“Essas medidas são estratégicas e foram pensadas para garantir que a construção seja sólida e segura. O início das obras é um momento de comemoração e expectativa. A clínica recebe investimento significativo e trará benefícios diretos para a população, principalmente para aqueles que precisam de cuidados renais regulares. A fase de fundação é apenas o primeiro passo e estaremos acompanhando de perto as próximas etapas dessa importante obra para a comunidade”, acrescentou Arthur.

O centro de hemodiálise foi um pedido feito por Wladimir à Secretaria de Estado de Saúde (SES), em 11 de fevereiro de 2022, e atendido em 28 de fevereiro deste ano, durante a solenidade de lançamento do projeto “SOS Coração: Nossa missão é cuidar das pessoas”, na Santa Casa de Misericórdia (AQUI). O secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho, foi quem anunciou a construção da clínica. O aporte financeiro para a implantação da unidade será de mais de R$ 15 milhões. Os investimentos estaduais, somados aos municipais, no valor de R$ 719.387,17, totalizam R$ 15.719.387,17.

A clínica contará com 60 cadeiras de hemodiálise e atendimento em três turnos. Haverá ainda oito leitos especiais em locais isolados para pacientes com patologias infecciosas. Um paciente que contraiu Covid ou hepatite C, por exemplo, e necessite fazer hemodiálise, não ficará no salão, mas em local isolado, em leito individualizado. Outros quatro leitos servirão de estabilização para os pacientes que tiverem alguma intercorrência, como queda de pressão, durante o tratamento.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *