Com apoio de helicópteros, Prefeito Rafael Diniz leva alimentos a famílias do Imbé

O Prefeito Rafael Diniz e sua equipe técnica estiveram desde as primeiras horas da manhã deste sábado (23) prestando assistência às famílias isoladas em função das fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias. O trabalho, realizado com o apoio de dois helicópteros, um do 5º Grupamento de Bombeiros Militar e outro da Polícia Civil, levou alimentos para famílias que estão isoladas na região do Imbé. Através do Grupo de Emergências em Alagamentos, foi solicitado este apoio para que os itens pudessem chegar até as famílias. Em 22 dias de novembro, choveu em Campos 211,5 milímetros, de acordo com o pluviômetro instalado no Jardim Carioca, sendo que o previsto para o mês eram 130 mm.

– Hoje, sábado, estamos desde às 5h45 da manhã na secretaria de Desenvolvimento Humano e Social, equipando e trazendo os mantimentos para que, direto do Aeroporto Bartolomeu Lisandro, através do apoio do Corpo de Bombeiros, possamos fazer o transporte dos mantimentos para famílias que a gente não consegue chegar nem de carro, nem de caminhão, nem de barco. Por isso, a necessidade da aeronave levar os mantimentos para as famílias do Imbé. Lembrar também que todas as regiões que sofrem com as chuvas que abateram a nossa cidade já estão sendo atendidas desde a última quarta-feira (20) tanto pela Defesa Civil, quanto pela secretaria de Saúde, pela nossa secretaria de Governo- destacou o Prefeito Rafael Diniz.

Na última quinta-feira (22) equipes do Grupo estiveram em Rio Preto para levantamento das necessidades dos moradores e na sexta (23), a coordenadoria de Defesa Civil e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS) voltaram a Rio Preto, no distrito de Morangaba, para ofertar colchonetes, cobertores e cestas básicas. Através da superintendência de Limpeza Pública também foi feita a limpeza das ruas da localidade e de alguns pontos de acesso. Trechos urbanos dos canais Cacomanga e Coqueiro são limpos em parceria com o estado, que vai dragar ainda o São Bento.

O Grupo de Emergências em Alagamentos realizou na última sexta-feira (22), a retirada de três famílias da localidade de Ururaí que tiveram as casas inundadas com a cheia do Rio Ururaí. Elas foram levadas para residências de parentes, onde ficarão até o nível da água baixar. As condições das moradias destas famílias vão ser avaliadas pela Defesa Civil Municipal quando o tempo ficar estável.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Edison Pessanha, informou que já protocolou ofício solicitando ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER-RJ), a recuperação do trecho da RJ-190 rompido pela força da água na altura da localidade de Itereré. Com o rompimento, o deslocamento para a região do Imbé está sendo feito com um desvio pela estrada de Santa Cruz.

Na Região do Imbé, a projeção é de que, nos últimos cinco dias, tenha chovido mais de 300 milímetros, devido ao grande volume de água que elevou o nível da Lagoa de Cima e dos rios da região, como o Rio Ururaí que, na tarde desta sexta-feira (22) atingiu a cota de 4,15m.

Fonte: Supcom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: