Cláudio Castro toma posse e diz que governo terá mulher como ‘protagonista’ e prorroga Supera RJ - Tribuna NF

Cláudio Castro toma posse e diz que governo terá mulher como ‘protagonista’ e prorroga Supera RJ

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

O governador Cláudio Castro (PL) tomou posse, na manhã deste domingo (1º), para seu segundo mandato à frente do Palácio Guanabara. O advogado de formação e cantor gospel passa a ser o 64º mandatário dos fluminenses, até 31 de dezembro de 2026.

O governador do Rio lembrou as dificuldades de quando assumiu o mandato, após o impeachment de Wilson Witzel, de quem era vice na chapa. Segundo ele, o Rio atual é “bem melhor que o de dois anos atrás”.

Principais trechos do discurso:

  • pediu 1 minuto de silêncio por Pelé e pelas 75 mil vítimas da pandemia no RJ;
  • não citou o presidente eleito Lula nem o ex-presidente Jair Bolsonaro, a quem pediu votos;
  • anunciou a prorrogação do Supera RJprograma que dá até R$ 360 para famílias em situação de vulnerabilidade;
  • disse que a concessão da Cedae vai permitir a despoluição da Baía de Guanabara;
  • prometeu a inauguração do Museu da Imagem e do Som e a reabertura do teleférico do Alemão
  • exaltou a melhora dos índices de segurança;
  • defendeu um “interior forte”;
  • prometeu combater o feminicídio e colocar a mulher como “protagonista” do seu governo — uma secretaria foi criada para políticas públicas para elas.

Supera RJ e recomposição salarial

O governador reempossado anunciou que prorrogou até o fim de 2023 o Supera RJ, programa de distribuição de renda para famílias impactadas pela pandemia — R$ 280 por lar, mais R$ 80 de auxílio-gás.

“O programa já atendeu cerca de 477 mil famílias em situação de vulnerabilidade, injetando R$ 557 milhões na economia de todos os 92 municípios do estado”, detalhou Castro.

“E para garantir que essas famílias não fiquem desassistidas, acabei de sancionar uma lei que prorroga o Supera RJ até o dia 31 de dezembro de 2023”, disse.

Cláudio Castro afirmou que, mesmo com o Regime de Recuperação Fiscal e “com muito esforço”, garantiu a recomposição salarial dos servidores. “Este é o segundo ano consecutivo que promovemos a recomposição.”

“Nos dois últimos anos, nossas contas foram aprovadas pelo TCE, por unanimidade, o que não acontecia havia sete anos. Hoje, o estado apresenta previsão de incremento de quase 20% na receita bruta”, afirmou.

O governador chamou a concessão da Cedae de “maior da história” do Brasil, e apresentou resultados de lucro em seu discurso, ressaltando benefício para 47 municípios e 13 milhões de pessoas:

“Após a concessão dos serviços, a Cedae encerra o ano com R$ 394 milhões de lucro”, pontuou.
Castro afirmou que a compra de câmeras para a Polícia Militar vai trazer mais segurança para a população e os policiais.

No entanto, o governo recorreu após o ministro Fachin, do STF, determinar cinco dias de prazo para apresentação de um cronograma para a instalação dos dispositivos de áudio e vídeo em fardas e viaturas de batalhões especiais de polícia (Bope e Core) e nos batalhões das áreas com os maiores índices de mortes com envolvimento de agentes de segurança.

“Só na Polícia Militar, já são cerca de 9 mil em operação em todos os batalhões de área. Assim, damos mais transparência e segurança jurídica às ações de patrulhamento e abordagem, protegendo os policiais e a sociedade”

No discurso, Castro afirmou ainda que irá inaugurar obras do Teleférico do Alemão, do Museu da Imagem e do Som, entre outros empreendimentos.

“Vamos entregar a Escola Dom Eugênio Sales, na Cidade de Deus, a Ponte da Integração em Campos, esquecida há mais de 40 anos, o Rio Imagem da Baixada e o Hospital do Câncer de Nova Friburgo”, prometeu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *