Cidades turísticas do RJ instalam barreiras sanitárias; praias e pontos ficarão fechados nos feriados

Cidades turísticas do RJ instalaram barreiras sanitárias e adotaram medidas restritivas para os feriados antecipados.

Quem sair da capital para uma viagem de um dia aos principais destinos — o “bate e volta” — provavelmente terá de dar meia-volta.

Municípios da Região dos Lagos se anteciparam e, seguindo a minuta do decreto estadual com as regras do recesso de 10 dias, determinaram o fechamento das praias.

Já na Região Serrana, Petrópolis, por exemplo, decidiu que os pontos turísticos não poderão abrir — como o Museu Imperial.

Veja as medidas por região.

Região dos Lagos

Búzios

  • Barreira sanitária exige comprovante de reserva;
  • Festas, shows e eventos proibidos;
  • Não pode ficar na praia ou mergulhar no mar;
  • Quiosques da orla e comércio ambulante proibidos;
  • Restaurantes só podem atender em mesas e com metade da capacidade;
  • Passeios de barco limitados a 50% da lotação;
  • Transporte público também limitado à metade da lotação.

Arraial do Cabo

  • Barreira sanitária exige comprovante de reserva;
  • Barcos só podem fazer um passeio por dia.

Maricá

  • Barreira sanitária exige comprovante de reserva;
  • Só funcionam serviços essenciais;
  • Fechados casas de eventos e festas e salões de beleza;
  • Praias: proibida a permanência e entrar no mar. Atividades físicas individuais estão permitidas

Saquarema

  • Barreira sanitária exige comprovante de reserva;
  • Não pode ficar na praia ou mergulhar no mar;
  • Locais públicos estarão fechados, como praças;
  • Maior fiscalização no comércio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: