Cidades do Sul do Espírito Santo são devastadas com fortes chuvas - Tribuna NF

Cidades do Sul do Espírito Santo são devastadas com fortes chuvas

Um intenso temporal assolou o Sul do Espírito Santo entre a noite de sexta-feira (22) e a madrugada de sábado (23). Em algumas cidades, o volume de chuva alcançou 295 milímetros. A correnteza arrastou diversos veículos pelas ruas de Mimoso do Sul, inclusive um caminhão do Corpo de Bombeiros foi levado pela enxurrada na região. Por enquanto, não há informações sobre pessoas feridas ou mortas. Muitas imagens, que mostram locais totalmente tomados pela água, circulam pelas redes sociais. A equipe do J3News está em busca de informações atualizadas a todo momento.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Mimoso do Sul, Leonardo Ferreira, a cidade está “devastada”, e equipes estão atuando no socorro às vítimas na manhã deste sábado. Ele informou ainda que nível do rio que corta o município não baixou, e a cidade se encontra sem o funcionamento de unidades de saúde e supermercados. Segundo boletim extraordinário da Defesa Civil Estadual, o volume de chuva em Mimoso do Sul ultrapassou 200 milímetros em intervalo de 24 horas, índice bem expressivo. O Estado já tem mais de 100 pessoas desalojadas.

Um asilo de idosos também ficou inundado após as fortes chuvas. De acordo com o boletim da Defesa Civil, os idosos foram para o segundo andar do estabelecimento para aguardar as equipes do socorro.

Sobre a viatura que foi atingida pela enchente, o Corpo de Bombeiros Militar informou, por nota, que a guarnição realizava atendimento quando a viatura da equipe foi arrastada pela correnteza da água. “Os militares estacionaram a viatura em local seguro e seguiram até o local do atendimento de bote, entretanto, o nível da água subiu rapidamente e atingiu a viatura. Não havia ninguém no veículo. Os militares e as pessoas que estavam no imóvel saíram sem qualquer ferimento. A guarnição prossegue atuando no município”.

O município de Bom Jesus do Norte, no extremo Sul do Espírito Santo, está praticamente ilhado após a ES 297 — principal acesso da cidade — ceder. Dois carros que passavam pelo local caíram. Os ocupantes de um dos veículos foram resgatados com vida, mas ainda não há informações sobre o outro automóvel. Vários pontos da cidade também ficaram alagados após as fortes chuvas.

De acordo com Carlos José Vieira, coordenador interino da Defesa Civil do município, começou a chover por volta de 20h de sexta (22), mas a situação piorou durante a madrugada. “A chuva ficou com mais intensidade entre 1h e 3h da madrugada, e, com isso, o Rio Itabapoana subiu aproximadamente sete metros e transbordou. Os bairros mais afetados foram Centro, São Sebastião, Silvano e Belvedere”, contou.

Outras cidades onde choveu forte nessas últimas horas foram Vargem Alta, Bom Jesus do Norte, Alegre, Apiacá, Cachoeiro de Itapemirim e Alfredo Chaves. Várias ruas ficaram tomadas pelas águas, formando rios de forte correnteza.

Confira o acumulado de chuva nas últimas 24h:

Bom Jesus do Norte: 295.4 milímetros (mm)

Mimoso do Sul: 228 mm

Muniz Freire: 193.8 mm

Alegra: 156.21 mm

Vargem Alta: 150.6 mm

Guaçuí: 149.42 mm

Rio Novo do Sul: 139.8 mm

Jerônimo Monteiro: 134.48 mm

São José do Calçado: 125.8 mm

Iúna: 98 mm

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta vermelho (grande perigo) para a possibilidade de chuvas intensas na Região Sudeste do Brasil. E somente no Espírito Santo, são três avisos de diferentes níveis emitidos pelo órgão de monitoramento climático que estão vigentes.

Já o Boletim Meteorológico da Defesa Civil Estadual mostra que pode chover em todo o Espírito Santo especialmente nas regiões Sul, Serrana e Caparaó, onde estão previstos grandes acumulados por dia.

Com informações do G1, A Gazeta e Folha Vitória

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *